2° Encontro Nacional da Rede de Comunicação será realizado no Rio

O primeiro final de semana de abril vai ter uma agenda imperativa para os sindicatos filiados à CTB. Nos dias 4, 5 e 6 de abril vai ocorrer, na sede do Sindicato dos Comerciários, o 2° Encontro Nacional da Rede de Comunicação da CTB.

comunicação ctb

O encontro vai reunir secretários, dirigentes, comunicadores e ativistas de comunicação de todo país, da Central e dos sindicatos filiados, para discutir o fortalecimento da comunicação do movimento sindical e a estruturação da rede colaborativa da CTB.

“Mais uma vez nosso Sindicato receberá um evento nacional para tratar da comunicação sindical, organizado pela CTB. A construção de uma comunicação potente, que fale diretamente aos trabalhadores, é fundamental para a disputa política, principalmente em um momento que a gente se depara com tantas fake news. Esse é um evento que promete muita troca de experiências para sairmos ainda mais fortalecidos nas batalhas contra o capital e o empresariado”, alerta Márcio Ayer, presidente anfitrião do Sindicato dos Comerciários.

Entre os principais tópicos, destacam-se a análise dos desafios cumpridos, identificação daqueles que não foram alcançados e a busca por melhorias na metodologia para atingir os objetivos estabelecidos, estes, apresentados no 4º Encontro Nacional de Comunicação da CTB, em Salvador.

Serão três dias de muita troca e preciosas palestras. As inscrições para o evento estão abertas no link. 

As despesas de viagem e hospedagem serão de responsabilidade dos participantes e suas respectivas entidades. No entanto, a CTB e a CTB-RJ assegurarão as despesas relacionadas à infraestrutura do local do evento e à alimentação dos participantes. 

A CTB se tornou a segunda Central mais relevante do país e representa quase 2 milhões de trabalhadores e trabalhadoras. Os movimentos disruptivos na Comunicação impõem desafios ao movimento sindical. A luta, que sempre foi – e vai continuar- nas ruas, agora passa por diversos outros meios, tendo grande peso nas redes sociais. Disputar narrativas e consolidar nosso espaço é urgente para o fortalecimento da democracia e empoderamento da classe trabalhadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − quatro =