Sindicato fecha mercado que mantinha funcionários em situação de cárcere privado

postado em: Feriados, Notícias | 0

Em pleno Dia do Comerciário, o Sindicato precisou acionar a polícia para conseguir a liberação de mais de 10 funcionários que eram mantidos dentro de um mercado em uma situação de cárcere privado. 

mercado

“Felizmente a grande maioria das lojas não funcionaram. As demais tivemos que notificar e multar. Não vamos descansar enquanto os patrões continuarem descumprindo a convenção”, destaca Márcio Ayer,  presidente do Sindicato dos Comerciários.

O Sindicato recebeu a denúncia de que o mercado, localizado no bairro de Copacabana, estava funcionando normalmente. Para surpresa de todos, no local estavam mais de 10 funcionários dentro da loja, proibidos de sair. O Sindicato então acionou a polícia, que foi até o local e liberou todos os comerciários.

Fiscalização

Por conta da proibição de funcionamento no Dia do Comerciário, a direção do Sindicato e sua equipe de fiscalização percorreu diversos centros comerciais da cidade. Grande parte das lojas estavam fechadas, porém algumas poucas empresas insistem em desrespeitar a Convenção Coletiva. Nestes casos, o Sindicato notificou e multou aqueles patrões que continuam querendo abrir no Dia do Comerciário.

“Quero parabenizar todos os comerciários e as comerciárias. Hoje é um dia de descanso, de curtir com a família e os amigos. Através da nossa Convenção Coletiva conseguimos garantir esse dia de folga para milhares de trabalhadores. Quero também felicitar as operadoras de caixa, que hoje também comemoram seu dia. São guerreiras que se dedicam muito e que merecem o nosso reconhecimento”, comemora Márcio Ayer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + dezessete =