Sindicato rejeita proposta dos patrões de supermercados

O Sindicato realizou mais uma negociação com os patrões de supermercados e hortifrutis, nesta sexta-feira (17). Os representantes patronais propuseram um reajuste de reposição da inflação (3,23%), sem ganho real para os trabalhadores, o que foi imediatamente recusado pela nossa diretoria. 

Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras),as vendas dos supermercados registraram crescimento de 3,09% em 2023 na comparação com o ano anterior. Em dezembro do ano passado, o setor teve alta de 10,73% em comparação com o mesmo mês de 2022.Para o ano de 2024, a projeção de crescimento é de 2,5%. 

“Os patrões estão com o bolso cheio e agora esquecem do nosso trabalho, que é feito na chuva ou no sol. O comércio, em especial os supermercados, é um dos setores que mais faturam atualmente, tanto que teve até dono de mercado comprando time de futebol. Queremos reposição salarial com ganho real e mais benefícios para os trabalhadores” cobrou, Márcio Ayer, Presidente do Sindicato dos Comerciários. 

Além do reajuste, o Sindicato também cobrou o plano de saúde para a categoria, entre outros benefícios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 12 =