Prezunic dá bom exemplo quando o assunto é segurança no trabalho

postado em: Notícias, Notícias de Destaque | 0

Tudo que é bonito é pra se mostrar! Uma operadora de loja do Prezunic da Tijuca (Rua Uruguai) prendeu um dos dedos em um equipamento, sofrendo uma lesão. O supermercado, então, agiu corretamente e seguiu todos os passos que estão na cartilha da segurança do trabalho, neste caso.

“É muito importante essa relação positiva entre Sindicato e a empresa pois gera impacto no ambiente de trabalho. Realizamos encontros de cipeiros e acompanhamos as eleições das CIPAs para estabelecer a confiança entre as partes. Nosso intuito é colher, na ponta, menos acidentes e mais segurança para os trabalhadores. Neste sentido, é importante registrarmos boas ações que as empresas adotam, como forma de exemplo para as demais”, pontuou Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

A trabalhadora, que é terceirizada, foi socorrida pelos técnicos do supermercado, que realizaram os trâmites necessários, desde o encaminhamento ao médico do trabalho até a emissão do CAT (Comunicado de Acidente de Trabalho), que foi realizada pela empresa contratante.

Carlos Bernardo, que é Técnico de Segurança do Trabalho e organizador da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Sindicato, listou os 4 passos fundamentais em caso de acidentes nas empresas.

“O primeiro passo é socorrer o trabalhador e o segundo é encaminhar o acidentado ao médico do trabalho para avaliação. Em seguida, no passo 3, fazer o registro do CAT em até 24 horas e investigar as causas do acidente. Por fim, no quarto passo, tomar medidas para evitar futuros acidentes e verificar necessidades de ações como: treinamentos, consertos e afins.” listou o Técnico de Segurança do Sindicato, Carlos Bernardo.

Muitas empresas não realizam a emissão da CAT por conta própria, deixando os trabalhadores ao acaso, mas neste caso, o Prezunic agiu corretamente: realizou todos processos e informou ao Sindicato sobre as medidas adotadas.

Muitas empresas negligenciam ou recusam realizar a emissão do CAT por conta própria, mas o trabalhador pode e deve procurar o Sindicato para que seja realizada a emissão do documento.

Em 2023, o Ministério da Previdência Social, atendendo a reivindicação do movimento sindical, deu autoridade para que os CATs também possam ser emitidos pelos sindicatos.

O CAT é um documento importante e necessário para os trabalhadores que sofrem algum acidente no serviço ou doença em decorrência do trabalho (ocupacional). O CAT é usado pelo INSS na hora de conceder algum benefício.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + quatro =