Patrões de shoppings e lojas de rua não avançam no reajuste

Sim! É decepção, com muito descaso e enrolação dos patrões do segmento de shoppings e lojas de rua varejistas (Sindilojas). Depois de meses de negociação, mais uma vez eles insistiram com a proposta de oferecer apenas a inflação do período, que ficou em 3,83%. Um grande não, foi a resposta do Sindicato contra esse absurdo.

Sindilojas

“A cada reunião vemos o tamanho do descaso dos patrões com os seus funcionários. Já afirmamos mais de uma vez que não aceitaremos um índice que não contemple o aumento real para os trabalhadores deste segmento do comércio. A expectativa é de aumento das vendas, é o que mostra a pesquisa sobre o Dia dos Pais. Com esse cenário favorável, é justo que parte deste deste bolo seja repartido com os trabalhadores”, afirma Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

Segundo dados do próprio Clube de Lojistas do Rio e do Sindilojas, a expectativa é de crescimento de 4%, em 2023, para o Dia dos Pais, data que é uma das mais importantes no segundo semestre do ano. Além disso, 70% dos donos de lojas relataram que este ano o movimento tem sido melhor.

Mais do que cobrar uma proposta melhor, o Sindicato também pediu agilidade para avançar nas negociações, já que entramos no segundo semestre do ano e os trabalhadores precisam rapidamente de uma decisão.

Apesar de não ter sido definida outra data de reunião, o Sindicato espera uma nova negociação em breve, se possível já na semana que vem para, finalmente, dar uma boa notícia aos trabalhadores do segmento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 5 =