Dia de luta contra os juros altos

“Mais salários, mais direitos e menos juros!”. Hoje, no dia nacional de luta contra os juros altos, o Sindicato levou seu protesto para a porta do Banco Central, no centro do Rio. Nesta terça, os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) vão se reunir para definir a taxa referencial do país, que hoje está em 13,75%. O ato reúne a CTB e outras centrais sindicais.

juros

“A nossa campanha salarial também definiu a importância da redução dos juros no Brasil para melhorar as vendas no comércio, gerando mais emprego e renda para o país. Não tem porque termos uma taxa tão alta, não tem o perigo imediato de volta da inflação. As pessoas estão endividadas”, declara o diretor do Sindicato, José Cláudio. 

Entenda como a taxa de juros afeta diretamente os brasileiros:

1. Aumento das dívidas: A taxa de juros elevada resulta em cobranças abusivas nas dívidas, impactando negativamente quem possui financiamentos, empréstimos, cartões de crédito e até mesmo prestações da casa própria.

2. Endividamento: O Brasil enfrenta altas taxas de endividamento, devido às taxas de juros elevadas. Isso gera dificuldades para os cidadãos pagarem suas contas e resulta em menos dinheiro para consumo, produção e empregos.

3. Renegociação de dívidas: Com juros altos, fica praticamente impossível negociar e parcelar dívidas. A falta de poder de compra da população devido à diminuição da valorização do salário também contribui para esse cenário.

4. Desemprego: Juros elevados estão ligados ao aumento do desemprego. A falta de emprego resulta em menor renda, reduzindo o poder de compra e levando à diminuição da produção e ao aumento de cortes de postos de trabalho. Isso pode levar o país à recessão econômica.

Com informações da CTB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 12 =