Momento de decisão no segundo turno

postado em: Notícias, Notícias de Destaque | 0

Sindicato reitera sua posição em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores. Por isso, agora é Lula novamente!

Neste domingo, 30 de outubro, os brasileiros irão decidir o futuro do país pelos próximos 4 anos. Em meio a uma campanha mentirosa e manipuladora, o Sindicato mais uma vez reafirma os valores que vão de encontro aos anseios e necessidades dos trabalhadores,  como a democracia, a valorização de direitos e de salários dignos.

 

Nossa escolha é pela manutenção de nossa democracia, que está ameaçada por um aparelhamento e sufocamento de instituições, pela valorização da saúde e educação públicas e dos direitos fundamentais que temos como cidadãos e pelo trabalho com direitos garantidos, além de salário digno, que neste momento está ameaçado diante das intenções e políticas de Bolsonaro e Paulo Guedes.

Desde o início de sua gestão, o atual mandatário da nação não concede reajuste salarial com ganho real. A Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 já prevê o salário mínimo de R$ 1.294, fechando assim o quarto ano de salários sem aumento real. 

Recentemente, tomamos conhecimento, sem assombro, que o governo pretende congelar de vez o salário mínimo e a aposentadoria, desvinculando o reajuste anual pela inflação do ano anterior, como é previsto na Constituição Federal de 88

Se aprovada, esta medida nefasta vai gerar ainda mais pobreza e desigualdade, pois vai defasar ainda mais os ganhos dos trabalhadores, aposentadorias e os benefícios que são pagos a aposentados e pensionistas. 

O Sindicato, enquanto entidade de classe, que representa mais de 350 mil trabalhadores do comércio, tem a responsabilidade de alertar nossa categoria. Não podemos nos abster e devemos tomar a decisão certa. 

Estamos diante de uma eleição histórica e que irá decidir nossa trajetória como país por muitos anos. Por isso, não podemos continuar com um governo que ataca diariamente nossos direitos.

Lula é o candidato que tem em sua história o compromisso com o desenvolvimento do país e com os trabalhadores. É o único, neste momento, que pode fazer a nossa economia voltar a crescer, gerando emprego, renda, aumento real do salário mínimo e dar novamente dignidade ao nosso povo. Lula é a certeza de que o trabalhador e o povo pobre vai voltar a ser prioridade de governo.

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro, Miguel Pereira e Paty do Alferes 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + dezoito =