Nota de repúdio: Racismo é bola fora!

postado em: Notícias, Notícias de Destaque, SECRJ | 0

Na semana passada, o racismo no futebol voltou às manchetes. O jogador Vinícius Júnior, do Real Madrid (Espanha), foi alvo de preconceito em um canal de TV por um comentarista, que disse que o atleta “brinca de macaco”, em referência às suas comemorações após os gols.

racismo

O caso gerou repercussão e apoio ao jogador. No domingo (18), o atacante foi novamente alvo de ofensas. A torcida do Atlético de Madrid cantou músicas preconceituosas momentos antes da partida.

No Brasil, o Observatório da Discriminação Racial no Futebol tem realizado uma campanha nos estádios, onde vários casos já foram registrados. 

É preciso combater o racismo, dentro e fora das quatro linhas. O caso não pode ser mais um. Os clubes e as instituições que gerem o futebol precisam se posicionar e levar aos torcedores que não podemos tolerar o racismo e outros preconceitos. 

Que o atacante Vinícius Júnior continue brilhando dentro de campo e que comemore sempre seus gols com muita alegria!!!

Coletivo de Promoção da Igualdade Racial Kathlen Romeu do SECRJ

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × um =