Maquinismo e material de construção varejista: reajuste de 10,5% e abono de R$ 700

Mais um grande acordo fechado pelo Sindicato. Desta vez para os comerciários do setor de maquinismos, tintas, ferragens e material de construção varejista. O acordo foi assinado no dia 22 e já está valendo: reajuste de 10,5% mais um abono de R$ 700. Esse foi um dos setores que não parou durante a pandemia e merece essa valorização conquistada.

maquinismo

“O setor de material de construção não parou um dia sequer, nem no pior momento da pandemia. Portanto, cobramos esse aumento salarial que valoriza esses comerciários, além da manutenção dos demais direitos já contidos na convenção coletiva”, comemora Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

Veja as conquistas desta convenção:

-Piso salarial: R$ 1.524,00, a partir de outubro de 2022.

-Garantia do comissionista: R$ 1.675,00, a partir de outubro de 2022.

-Período de experiência: R$ 1.370,00, a partir de outubro de 2022.

-Reajuste: 10,5%, a partir de outubro de 2022 até o valor de R$ 5.754,00.

-Abono: R$ 700,00 em 2 parcelas: R$ 350,00 nas folhas dos meses de agosto e setembro de 2022.

-Ajuda de custo: R$ 37,00, a partir de outubro de 2022.

-Auxílio Creche: 

R$ 243,00 para empresas com até 50 empregados, a partir de outubro de 2022.

R$ 269,00 para empresas com mais de 50 empregados, a partir de outubro de 2022.

-Auxílio Alimentação: R$ 28,60, a partir de setembro de 2022.

-Quebra de caixa: R$ 69,00, a partir de outubro de 2022.

Homologação no Sindicato

Neste ano, o Sindicato também conseguiu garantir que em caso de pagamento das verbas rescisórias em dinheiro, a homologação deverá ser feita, obrigatoriamente, no Sindicato, desde que o empregado possua um ano ou mais de vínculo empregatício no momento da demissão. Além disso, a homologação deve ser realizada no prazo de dez dias corridos a contar da comunicação de dispensa, sob de multa no valor de um salário do empregado, em favor do mesmo.

Infelizmente, há casos em que o trabalhador assina a rescisão na empresa, sem ter recebido realmente o valor total, ficando apenas com a promessa do patrão. Nessa situação, como foi pago em dinheiro, fica mais difícil comprovar que este funcionário não obteve o valor correto. Já no Sindicato, fica garantido que este comerciário levará tudo o que lhe é devido pela empresa.

Contribuição negocial

De acordo com o que foi aprovado em assembleia será feito o desconto da contribuição negocial no valor de R$ 26, de agosto de 2022 até julho de 2023. 

Vale lembrar que quem é sócio não paga a contribuição negocial e ainda tem uma série de benefícios, como advogados trabalhistas, cível e previdenciário, além de diversos atendimentos de saúde, incluindo dependentes. Seja sócio: https://secrj.org.br/seja-socio/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =