Preço da cesta básica sobe em todas as capitais do país

Pesquisa do Dieese do mês de dezembro de 2021 mostrou que o preço da cesta básica subiu em todas as capitais do país. No Rio de Janeiro, o percentual de aumento ficou em 7,27% em comparação com dezembro de 2020, e ficou calculada em R$ 666,26. A alta foi de 15,90% em relação a 2020, que estava em R$ 550,38.

cesta basica

O Dieese promove estudos em 17 capitais mensalmente, onde divulga a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. O Rio teve o quarto maior custo entre as 17 capitais analisadas.

As altas mais expressivas foram em Curitiba (16,30%), Natal (15,42%) e Recife (13,42%). Por outro lado, as menores taxas acumuladas foram em Brasília (5,03%), Aracaju (5,49%) e Goiânia (5,93%). Os preços são calculados com base no mesmo período do ano passado, do mês de dezembro de 2020.

O maior custo do conjunto de bens alimentícios foi observado em São Paulo (R$ 690,51) e Florianópolis (R$ 689,56). No Norte e Nordeste, onde a composição da cesta é calculada com base em itens diferentes, os preços foram menores, como por exemplo em Salvador (R$ 518,21).

O Dieese estima, a partir desses dados, que o salário mínimo no país deveria ser em média de R$ 5.800,98 (5,27 vezes maior, com base no salário mínimo de 2021 – R$ 1.100), para a manutenção das necessidades mínimas de uma família de até quatro pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − dois =