Sindicato notifica empresas que abriram irregularmente no Dia do Comerciário

Desde o começo do dia, o Sindicato percorreu diversos bairros do Rio de Janeiro para fazer valer o feriado do Dia do Comerciário. A maioria das lojas estavam fechadas, como determina a convenção coletiva, as poucas empresas abertas foram notificadas, baixaram as portas e os funcionários foram para casa. Ao todo, foram mais de 100 lojas autuadas pelo descumprimento da convenção coletiva.

dia do comerciario

“Notificamos as empresas que insistiram em abrir no Dia do Comerciário e não cumpriram a convenção coletiva. Buscamos atingir os principais pontos da cidade, colocando todas as nossas equipes com os diretores nas ruas para garantir esse direito dos trabalhadores. Alguns patrões ainda insistem em funcionar, desrespeitando o feriado dos comerciários, mas agora vão receber a merecida multa”, destaca Márcio Ayer, presidente do Sindicato. 

Multa de R$ 200 mil por loja aberta

O Sindicato conseguiu na justiça uma liminar contra a Rede Big Market, proibindo sua abertura nesta segunda, dia 18. Na sentença, o juiz determinou o pagamento de multa de R$  200 mil por unidade que descumprisse a decisão após sua regular notificação.

Em Copacabana, um dos supermercados que estava aberto, o ponto eletrônico não estava funcionando, impedindo os trabalhadores de registrarem suas presenças. O Sindicato notificou, a empresa foi multada e os funcionários foram liberados. Os trabalhadores ainda disseram que a empresa só iria pagar a passagem, sem as horas extras. O Sindicato também vai cobrar na justiça o pagamento das horas extras e a folga compensatória.

Denúncias

Através das redes sociais, também foram enviadas diversas denúncias contra lojas que insistiram em abrir. A partir dos dados coletados, o Sindicato irá notificar as empresas e cobrar a aplicação da multa.

“É importante que cada trabalhador saiba da necessidade de denunciar este desrespeito com o comerciário. Todos os casos que chegam são apurados, nossas equipes estão prontas para verificar e dar o prosseguimento correto até notificar a empresa. Mesmo que a gente não tenha fechado a loja nesta segunda, os patrões vão ser acionados”, finaliza Ayer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − um =