Hemorio lança campanha para doação de sangue durante todo o mês

postado em: Notícias, Saúde | 0

Para reforçar a campanha de doação de sangue, o Hemorio lançou ontem, 14, a campanha  Cada Gota Importa. O objetivo é tentar reverter a situação de escassez de estoques, que estão com 30% a menos de sua capacidade, na cidade do Rio de Janeiro.

A disponibilidade de bolsas de sangue é uma demanda diária e contínua para pacientes com doenças crônicas e vítimas de acidentes.

“Sem sombra de dúvida, essa é uma campanha de grande importância para nossa população que o instituto está oferecendo. O Sindicato também está promovendo uma campanha com a mesma intenção, é a Comerciário Sangue Bom, e só em saber que estamos salvando vidas em um momento tão difícil como esse é satisfatório”, explicou o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer. 

Segundo a diretora de Saúde, Segurança e Ambiente do Trabalho, Daniele Moretti, “em tempos de pandemia vemos a necessidade da solidariedade em diversas frentes. Nesse momento, precisamos ajudar as pessoas que estão internadas em vários hospitais, necessitando de sangue. Nesse sentido, o Sindicato abraça essa causa, porque vemos a saúde não só como ausência de doença, mas sim como um direito humano! Cada doação de sangue de 1 pessoa atende até 4 pessoas que estão precisando de sangue! Vários shoppings do Rio serão postos de coleta do Hemorio, e porque foram escolhidos? Primeiro pelo público alvo e porque os comerciários são solidários em potencial! Então abrace a causa e venha ser um “Comerciário Sangue Bom” na campanha da Hemorio onde “Cada Gota Importa”.

Alguns pontos em que a equipe do Hemorio estará presente:

Os pontos de coleta estarão instalados em diversos pontos da cidade durante todo o mês de junho, para quem deseja doar. 

Locais:

Barra Shopping, Park Shopping, Via Brasil Shopping, Hospital Municipal Lourenço Jorge. 

Aqueles que optarem por doar no próprio instituto, o Hemorio reservou brindes e homenagens pela participação.

Proteção e segurança na hora de doar

Para receber os doadores, o Hemorio estabeleceu um protocolo especial de atendimento, visando a segurança de doadores e colaboradores durante a coleta, com cadeiras de doação espaçadas, disponibilização de antissépticos para as mãos e intensificação na higienização das superfícies e instrumentos.

SERVIÇO:

Data de início: 14/06  

Data de término: 30/06

Local: Rua Frei Caneca 8, Centro (Hemorio)

Quem pode doar na pandemia

  • É preciso ter entre 16 e 60 anos e até 69 anos caso já seja doador de sangue
  • O doador deve pesar no mínimo 50 kg
  • É necessário estar bem de saúde
  • Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto
  • Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes
  • Candidatos à doação que tiveram a Covid-19 ficam inaptos por 30 dias após a cura.
  • Candidatos à doação que tiveram a forma grave da Covid-19 ficam inaptos por 1 ano após a cura.
  • Candidatos à doação que retornaram de viagem internacional, vindos de qualquer país, ficam inaptos por 30 dias a partir do dia da chegada ao Brasil
  • Candidatos à doação que tomaram as vacinas contra Covid-19 da Pfizer e AstraZeneca ficam inaptos por sete dias. Aqueles que receberam o imunizante da CoronaVac ficam inaptos por 48h, mesmo período para aqueles que foram vacinados contra a gripe.
  • Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização.

Seguindo o perfil @hemorio é possível contar com mais detalhes e saber como doar. Também é possível receber orientações pelo Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, através do número ‪0800 282 0708.

Perdas durante a pandemia 

Com a diminuição dos serviços, o fechamento das empresas e a redução no número de pessoas nas ruas, o Hemorio conta mais do que nunca com o apoio da população fluminense. Em 2020 a queda nas doações chegou a 3 mil bolsas de sangue. Com o avanço da Covid-19 e a determinação de novas restrições, o número de doadores vem regredindo progressivamente, colocando o Hemorio em alerta para o desabastecimento de diversos tipos sanguíneos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dezenove =