Sindicato rejeita nova proposta dos patrões de supermercados

postado em: Campanha Salarial, Notícias | 0

Na nova rodada de negociação, nesta quinta, dia 13, os patrões de supermercados e hortifrutis mantiveram uma proposta rebaixada para os trabalhadores do setor. Apesar de uma leve melhora em relação a semana passada, a proposta segue ainda aquém da nossa reivindicação para valorizar os trabalhadores.

A inflação anual ficou em 7,59%. Mas os patrões ofereceram apenas parte dela (85%). A proposta foi de pagar 45% da inflação em maio e 40% em novembro, totalizando somente 6,44%.

“Mais uma vez tivemos que rejeitar a proposta patronal, que segue abaixo da inflação e não valoriza aqueles que em toda a pandemia não pararam de trabalhar nenhum dia. É preciso, no mínimo, repor a inflação, tudo subiu de preço e os comerciários merecem mais”, declara Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

O Sindicato tem insistido na recomposição salarial dos comerciários, como também na manutenção de todos os direitos e benefícios da Convenção Coletiva. Para isso, a participação dos trabalhadores é fundamental, conversando com os colegas da empresa, como também acompanhando as publicações. Para ter um bom acordo é preciso colocar pressão nos patrões. 

Leia também: Patrões de supermercados e hortifrutis mantêm proposta menor do que a inflação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove − quinze =