Sindicato fiscaliza uso do face shield no Norte Shopping

postado em: Direitos, Notícias | 0

O Sindicato dos Comerciários esteve no Norte Shopping para fiscalizar o cumprimento do acordo sobre o uso do protetor facial (face shield). A viseira plástica deve ser fornecida pelas empresas para os trabalhadores que tenham contato direto com o público. As lojas também podem adotar divisórias impermeáveis ou ainda os óculos de proteção para seus funcionários. O uso de máscara continua obrigatório para clientes e trabalhadores. Durante a fiscalização na parte da manhã, foram notificadas 32 lojas, que precisarão tomar medidas para cumprir o acordo.

face shield

“Hoje o Sindicato foi ao Norte Shopping fiscalizar as lojas. Pelo acordo extraordinário assinado, as empresas precisam disponibilizar equipamentos individuais, como a viseira facial para os trabalhadores que têm contato direto com os clientes ou outros meios de proteção. Essa foi uma conquista importante e o Sindicato vai percorrer a cidade, fiscalizando o comércio para o cumprimento dessa determinação. A pandemia tá aí e é preciso manter todos os cuidados”, declara o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro, Márcio Ayer.

Pelo acordo assinado, as empresas devem controlar o acesso de clientes ao interior das lojas, fornecer álcool em gel e promover a distância mínima de 1,5 m. No acordo assinado entre o Sindicato dos trabalhadores e os sindicatos patronais fica também determinado que as empresas devem disponibilizar materiais de higiene, com locais para lavar as mãos com água e sabão, mesmo em sanitários comuns ao público nos casos de shopping centers e galerias. Além de manter o ambiente sempre limpo e arejado. 

Fiscalização

O Sindicato continuará fazendo a fiscalização nas empresas. Cada medida descumprida pode custar uma multa de R$ 360 por cada infração e funcionário.

“A diretoria do Sindicato e nossas equipes de fiscalização vão percorrer as lojas da cidade para fiscalizar e poder garantir que as empresas disponibilizem os equipamentos de segurança aos seus funcionários. Apesar da volta do comércio, a pandemia ainda não acabou, é preciso tomar todas as medidas para preservar a saúde dos comerciários e comerciárias”, afirma Márcio Ayer.

As empresas devem ainda afastar dos locais de trabalho aqueles que fazem parte do grupo de risco (pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos, portadores de cardiopatias, doenças respiratórias crônicas, gestantes, diabéticos ou imunossuprimidos, dentre outros que sejam apontados pelo Ministério da Saúde), evitando seu deslocamento pela cidade.

Denúncias sobre a pandemia

O Sindicato tem um canal exclusivo para receber denúncias relacionadas à Covid-19. Por ele, é possível fazer denúncias por WhatsApp (21) 96465-5930 ou pelo e-mail covid19@secrj.org.br, com o anonimato garantido. Através desses contatos os comerciários poderão informar sobre óbitos, trabalhadores doentes ou com sintomas. 

O Sindicato também recebe denúncias de descumprimento das normas de segurança, como aglomeração, falta do uso de máscaras e materiais de higiene, a distância entre as pessoas e assédio.

Leia também: Face shield para os comerciários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 20 =