Vitória da campanha do Sindicato: Prefeitura do Rio decreta uso de máscaras

postado em: Benefícios, Notícias | 0

Finalmente, a prefeitura do Rio decidiu que os serviços que continuam em funcionamento devem fornecer máscaras para seus funcionários, além de ser também obrigatório o uso pelos clientes. O decreto 47.375 foi publicado no último sábado (18), com multa para quem descumprir a norma. Com a campanha “#TodoMundoDeMáscaraNoComércio”, o Sindicato já vinha reivindicando o uso de máscaras no comércio, o que poderia ter evitado a proliferação da contaminação. Pelo decreto serão cinco máscaras para cada funcionário.

“O Sindicato tem cobrado das empresas o fornecimento de máscaras para os comerciários. A utilização das máscaras desde o começo da pandemia poderia ter evitado que muitas pessoas fossem contaminadas. Nas últimas semanas, vimos nos supermercados pessoas aglomeradas e longas filas, sem a prevenção necessária de clientes e funcionários”, afirma Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

De acordo com o decreto da Prefeitura, as máscaras devem ser preferencialmente de tecidos de algodão, com a distribuição de cinco para cada usuário. A máscara deve estar limpa e sem rupturas. Ao manipular a máscara, é preciso ter cuidado com a higienização das mãos, evitando o contato com a parte frontal da máscara.  A máscara deve ser utilizada por, no máximo, três horas e trocada sempre que ficar úmida, com sujeira aparente ou danificada. Não use maquiagem.  

Manutenção das medidas de segurança

O uso obrigatório das máscaras não retira a necessidade de manter as demais medidas de segurança, como também já foi cobrado pelo Sindicato, como:

-Afastamento mínimo entre as pessoas;
-Higienização das mãos, com água e sabonete;
-Fornecimento de álcool gel 70% para todos os funcionários;
-Controle de entrada e saída de clientes;
-Colocação de placas de acrílico nos caixas.

“A obrigatoriedade do uso de máscaras passa a valer a partir do dia 23, mas esperamos que todas as empresas forneçam imediatamente as máscaras para os seus funcionários. O Sindicato vai fiscalizar e espera que os comerciários ajudem nesta tarefa. É preciso também que cada comerciário seja consciente e use sua máscara de forma correta no seu dia a dia”, declara Márcio Ayer.

O Sindicato também tem cobrado das empresas outras medidas de segurança, como manter um efetivo de no máximo 30% e reduzir o horário de funcionamento dos supermercados.

Sua empresa vacilou? Denuncie pelo e-mail denuncia@secrj.org.br ou pelo telefone (21) 96424-3770.

Atendimento jurídico – As dúvidas jurídicas dos comerciários são atendidas de segunda a sexta, das 9h às 17h. Dúvidas pelo telefone 21-96424-3816 ou pelo e-mail juridico@secrj.org.br. 

Os comerciários que desejarem informações sobre processo em andamento podem entrar em contato através do telefone 21-97242-5642 ou pelo email: secrj.juridico@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 − oito =