Liminar obriga Mundial a fornecer materiais de proteção aos funcionários

postado em: Direitos, Notícias | 0

O Sindicato dos Comerciários do Rio obteve uma importante vitória para os comerciários de supermercados. A partir de uma ação do Sindicato, a justiça determinou que o Mundial forneça aos seus funcionários materiais de proteção para impedir a proliferação do novo coronavírus. A partir desta medida, o Sindicato espera que as demais redes de mercados sigam essas determinações.

“O Sindicato tem atuado para garantir a saúde dos comerciários e clientes. Desde o começo desta pandemia, apresentamos diversas propostas para garantir a vida dos trabalhadores. Entramos com ação para que as grandes redes tomem estas medidas, preservando a segurança de todos. Esperamos que as demais redes de supermercados tomem imediatamente as necessárias providências a partir desta decisão da justiça”, informa Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio.

Pela decisão, o Mundial fica obrigado a fornecer álcool gel 70% (mantendo ao menos uma garrafa ou frasco em cada caixa aberto), além de máscaras e luvas, mantendo também a higienização das lojas e o controle de acesso de entrada e saída dos clientes. Também ficou determinada a liberação dos trabalhadores dos grupos de risco (idosos, gestantes, diabéticos e hipertensos. Esses devem estar de posse de documento ou laudo médico informando sua situação, como determinou o juiz), com o pagamento dos salários. 

Por fim, determina que os supermercados coloquem cartazes nos caixas e demais seções que possuem atendimento individual (frios, açougue e padaria) orientando as pessoas a manterem entre si a distância mínima de 1,5 metro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 − quinze =