Vitória garantida: Justiça confirma acordo em benefício dos trabalhadores do Mundial

postado em: Benefícios, Notícias | 0

A justiça do trabalho homologou, nesta quarta, dia 24, o acordo de compensação de folgas de feriados e domingos para quem estava ativo entre 2013 e 2016. Essa conquista é fruto da ação coletiva que o Sindicato dos Comerciários ingressou na justiça, fazendo com que Mundial apresentasse o acordo para o cumprimento da convenção coletiva.

“Nós levamos a proposta para as assembleias, com a participação de mais de 2 mil comerciários, e agora confirmamos mais essa conquista. A partir de agora já começa a contar o prazo para a empresa pagar as folgas e as gratificações. Também garantirmos neste acordo o reajuste de 0,8% e mais a grande conquista da greve geral de 2017, com o pagamento de 100% aos domingos para os funcionários que ingressaram na empresa até novembro de 2017 e 50% para quem entrou depois desse período”, comemorou o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer.

Para a aprovação do acordo, o Sindicato realizou seis assembleias em três lugares: duas no Mundial da Barra da Tijuca, duas na sede do Sindicato e duas na quadra do Império Serrano, em Madureira.

“O Sindicato está junto na luta com os trabalhadores por melhores salários e condições de trabalho e essa ação é prova disso. Fiscalizamos o cumprimento da nossa convenção coletiva. Agora, chamamos os trabalhadores do Mundial a chegarem junto com o Sindicato e se sindicalizarem, pois a nossa luta não para!”, reforça o presidente Mário Ayer.

A empresa pagará as gratificações no contracheque de agosto, a ser pago em setembro. Já as folgas serão concedidas em até 24 meses, por critério da empresa.

No acordo, o Mundial também se compromete a buscar formas para implementar a Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) e a criar o Plano de Cargos e Salários. Além disso, o supermercado deverá realizar a homologação das rescisões de contrato de quem tem mais de um ano de casa no Sindicato e aplicará o reajuste nos salários de 0,8%, retroativo ao mês de novembro de 2018, para todos os trabalhadores. O pagamento será feito a partir da assinatura do acordo na justiça, sendo o retroativo quitado em uma parcela. 

Veja abaixo o resultado final da proposta aprovada:

Reajuste nos salários de 0,8%, retroativo ao mês de novembro de 2018, para todos os trabalhadores. O pagamento será feito a partir da assinatura do acordo na justiça, sendo o retroativo quitado em uma parcela.

Folgas, contínuas ou não, a serem compensadas no máximo em 2 anos:

  • 13 para quem está ativo na empresa desde 2013 ou 2012
  • 11 para quem está ativo na empresa desde 2014
  • 9 para quem está ativo na empresa desde 2015
  • 5 para quem está ativo na empresa desde 2016

Gratificação (apenas uma parcela de acordo com o ano):

  • R$ 100 para quem está ativo na empresa desde 2013
  • R$ 80 para quem está ativo na empresa desde 2014
  • R$ 60 para quem está ativo na empresa desde 2015
  • R$ 40 para quem está ativo na empresa desde 2016
  • R$ 30 para quem está ativo na empresa desde 2017
  • R$ 20 para quem está ativo na empresa desde 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − catorze =