Sindicato dos Comerciários recebe seminário de formação da frente de evangélicos

postado em: Notícias, SECRJ | 0

O Sindicato dos Comerciários do Rio sediou no último sábado (29/06) o 1° Seminário de Formação Política da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito. O encontro reuniu trabalhadores evangélicos de todo o Estado para refletirem temas como os Evangélicos no Congresso; o Papel dos Evangélicos na Ditadura; a Participação dos Evangélicos nos Fóruns Consultivos; e Fascismo.

O presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer, participou da abertura do encontro e reafirmou que o sindicato está aberto às iniciativas que buscam agregar pessoas na defesa da democracia e que pregam a tolerância. “Nosso Sindicato é uma casa aberta aos mais diversos segmentos da sociedade. Neste momento de ataques aos direitos dos trabalhadores, é importante essa união, juntos poderemos enfrentar essa situação difícil que o país atravessa”, declarou Márcio.   

A Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito é um movimento nascido no meio cristão evangélico, com os objetivos de promover a justiça social, a defesa de todos os direitos garantidos pela constituição brasileira (direitos civis, políticos, sociais, econômicos, culturais, etc.) e pela legislação internacional de direitos humanos, lutando pela garantia do Estado Democrático de Direito.

A Frente surge em um momento de grande crise e incitação ao ódio vividos pela nação brasileira, com ataques frontais ao pleno exercício da democracia. Entre os membros desse movimento, como em todo o universo evangélico, coexistem as mais diversas opiniões políticas, ideológicas e opções partidárias, porém há em comum a defesa da tolerância, da paz e da justiça, conforme a orientação das Escrituras Sagradas. Deseja-se, nesta Frente, se posicionar a respeito dessas questões e acontecimentos. 

Participam das mesas os convidados Magali Cunha do Nascimento do Conselho Mundial de Igrejas e Comissão Nacional da Verdade; Cloviomar Pereira do DIEESE; as professoras Natália Reis e Márcia Carneiro da UFF; Rev. Rev. Luiz Caetano Grecco da Diocese Anglicana do Rio; Marco Aurélio de Andrade, advogado especialista em Processo do Trabalho do Sindpetro-NF; Rev. Clemir Fernandes do ISER, especialista em Religião e Espaço Público; Márcia Guinancio, psicóloga do Juizado de Violência contra a Mulher; Rev. Daniel Rangel, reitor da Paróquia Anglicana Todos os Santos em Niterói e Nilza Valéria, coordenadora da Frente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 − dois =