Greve: Guanabara de Bangu é o primeiro a fechar

postado em: Notícias | 0
Trabalhadores do Guanabara de Bangu em greve | Foto: Rafael Rodrigues/Comerciários

Na manhã da última terça-feira (7/8), o Sindicato dos Comerciários fechou a loja dos supermercados Guanabara em Bangu , na Zona Oeste do Rio. Equipes do Sindicato chegaram no local às 4h para recepcionar a chegada dos 500 funcionários da loja, que aderiram em massa à greve não quiseram entrar pra trabalhar. Por iniciativa do Sindicato, foi garantida a entrada de 30% de trabalhadores dentro da loja, como exige a lei, por se tratar de serviço essencial.

O motivo da greve é a intransigência dos empregadores, que insistem em oferecer um reajuste pífio, de apenas 1,5%, abaixo da inflação, que ficou em 1,69% nos 12 meses anteriores à data base, segundo o INPC/ IBGE. Os trabalhadores do comércio também já sentem na pele os danos da reforma trabalhista – muitos estão sendo demitidos e novos funcionários vem sendo contratados no novo regime, que é menos favorável ao trabalhador.

“É a concretização da greve que anunciamos na semana passada. Estamos reivindicando reajuste de salário e melhores condições de trabalho. Nossa luta nas mesas de negociação é por um reajuste de 8%, mas os patrões, incluindo o Guanabara, estão batendo na tecla de 1,5%. Já estamos na sexta mesa e até agora não conseguimos um consenso”, esclarece Alexsandra Nogueira, presidenta interina do Sindicato dos Comerciários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × dois =