Conheça as lojas “campeãs” de denúncias em 2017

postado em: Notícias | 0

O Setor de Denúncias do Sindicato dos Comerciários do Rio divulgou o ranking das empresas que mais tiveram denúncias dos comerciários por desrespeito aos direitos trabalhistas no ano passado. O segmento dos supermercados se destacou com seis empresas dentre as 14 primeiras da lista, com denúncias relacionadas principalmente ao não pagamento do adicional ou das folgas de domingos e feriados (27%), não pagamento de horas extras ou problemas com banco de horas (13%) e assédio moral (10%).

Os comerciários também se queixaram de atrasos nos pagamentos, pagamento por fora do contracheque e homologações fraudulentas, dentre outros abusos cometidos pelos patrões. Na comparação por segmento, os magazines e lojas de vestuário ficaram na segunda colocação, com quatro empresas dentre as 14 primeiras. Também aparecem na listagem redes de lojas de eletroeletrônicos, atacadistas de alimentos e lojas de material de construção. 

Ranking das empresas do comércio carioca com maior número de denúncias por desrespeito às leis trabalhistas ou à convenção coletiva:

1ª – Campeão (Supermercados Germans),
2º – Pão de Açucar (Grupo GPA),
3º – Leader,
4º – Zona Sul,
5º – Supermercados Guanabara,
6º – Ponto Frio,
7º – Casas Bahia,
8º – Super Rede (Cerealista),
9º – Riachuelo,
10º – Amoedo,
11º – Lojas Americanas,
12º – Prezunic,
13º – Ricardo Eletro,
14º – Supermercados Mundial.

O que acontece com a denúncia? – Depois da denúncia passar por uma triagem, a empresa pode ser chamada ao Sindicato para apresentar documentos e esclarecer os problemas. Em outros casos, a equipe de fiscalização vai ao estabelecimento para constatar se a denúncia procede. Quando isso acontece, a denúncia pode se transformar em ação judicial contra a empresa, ou ser remetida ao Ministério Público do Trabalho com pedido de elaboração de Termo de Ajustamento de Conduta. Ela também pode ser encaminhada a outros órgãos, como a Vigilância Sanitária, a Defesa Civil e a Superintendência Regional do Ministério do Trabalho. Quando se trata de descumprimento das convenções coletivas de trabalho, o Sindicato pode multar a empresa, além de bloquear seus pedidos de acordo para abertura aos domingos e feriados.

Rolou esculacho na sua loja? Não se cale frente aos abusos! Sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo. Denuncie com rapidez pelo www.comerciariodenuncia.com.b. Aqui a sua denúncia tem poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =