Sindicato conquista a PLR da IBM

postado em: Notícias | 0

Após meses de pressão e negociação, o Sindicato dos Comerciários do Rio assinou na última sexta-feira (10/11) o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT/ leia aqui na íntegra) dos trabalhadores da IBM. Com o acordo a empresa passa a pagar aos funcionários cariocas a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) nos mesmos termos das unidades de Hortolândia e São Paulo.

Longa caminhada – Para chegarmos a essa conquista, o caminho foi longo e nada fácil. A PLR é uma reivindicação histórica dos trabalhadores da IBM que foi abraçada pelo Sindicato desde a posse da atual gestão, em 2015. “A partir daí, fizemos diversos ofícios para abrir diálogo com a empresa. Mas a IBM ignorou as solicitações, achando que venceria o Sindicato pelo cansaço”, explica o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer.

Como a direção da IBM não se sensibilizou para essa justa reivindicação dos seus funcionários, o Sindicato foi até a porta da empresa para reforçar o recado. “Fizemos panfletagens e mais pressão. É só assim que o patrão abre a mão. Às vezes, pode até demorar um pouco, mas o resultado acaba vindo. E essa é a importância de um sindicato forte e atuante”, concluiu Márcio.

Como funciona a PLR – O pagamento da PLR será feito em duas faixas. Para funcionários que em 31/05/2017 recebiam salário até R$ 7 mil, será pago o equivalente a 20% do salário de novembro de 2017, com base no salário de outubro. Será pago ainda 10% do salário em abril de 2018, com base no salário de dezembro de 2017. Este último condicionado à manutenção ou ganho de participação de mercado da IBM Brasil em 2017. Os funcionários que em 31/05 recebiam salário acima de R$ 7 mil, receberão o equivalente a 85% do salário de novembro de 2017, com base no salário de outubro. O pessoal dessa faixa receberá 30% de salário em abril de 2018, com base no salário de dezembro de 2017, também condicionado ao aumento da participação de mercado da IBM Brasil.

Para apuração do valor dos lucros e o cálculo da PLR, uma auditoria independente deverá comparar o avanço na participação de mercado da IBM Brasil de um ano a outro. “Esse Acordo é a prova de que estamos fortalecendo nosso Sindicato, para que vitórias como essas sejam cada vez mais frequentes”, acredita o presidente Márcio.

CCT do Sindimaq – A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos comerciários do ramo atacadista de maquinismos em geral também foi assinada na mesma data. A CCT assegura reajuste salarial de 4% a todos os trabalhadores do setor, até o teto de R$ 7 mil. O novo piso passa a ser de R$ 1.150. O aumento sobre a parcela acima do teto de R$ 7 mil deverá ser pactuado entre as partes. Todos os reajustes são retroativos a maio, data-base da categoria, e deverão ser pagos até o quinto dia útil do mês de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 1 =