Marisa assina acordo com compensações para trabalhadores

postado em: Notícias | 0

O Sindicato assinou nesta segunda-feira (30/10) com a grife de moda feminina Marisa um Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) que renova o banco de horas da empresa mediante uma série de compensações aos funcionários. O Acordo garante auxílio creche, lanche nos fins de semana no valor de R$ 19, liberação de funcionários para o Encontro de Cipeiros e seguro de acidentes pessoais Clube Azul. As novas regras já estão valendo.

O Sindicato havia identificado irregularidade no fechamento do banco de horas da Marisa em anos anteriores. Por isso, além de exigir a regularização dos valores em aberto em favor dos trabalhadores, apresentou à empresa todas as condições acima mencionadas para renovar o banco de horas até 2019.

“A intervenção do Sindicato em um caso como esse é essencial. O banco de horas não pode ser uma desculpa para o funcionário ser levado a trabalhar acima dos limites legais, muito menos sem o devido pagamento das horas que trabalha a mais. Só que nem sempre essa negociação é rápida. Faz parte de um processo que envolve diligências, reuniões, enfrentamentos e muita luta. O importante é seguir junto com o Sindicato. A participação dos trabalhadores por meio de denúncias foi fundamental, mais um vez, para nossa vitória”, comemora o presidente do Sindicato dos Comerciários Rio, Márcio Ayer.

Auxílio creche – O Acordo estabelece o reembolso da creche para funcionárias com filhos durante doze meses, a contar da data de nascimento da criança. As lojas com até 50 funcionários ficam obrigadas a pagar, mediante comprovação por recibo, o valor de R$ 190. Já nas lojas com mais de 50 funcionários, o estipulado é de R$ 210. O benefício é extensivo aos pais que comprovarem a guarda única dos filhos. No caso do lanche dos feriados e fins de semana (sábados para quem trabalha após 14h30), o auxílio é de R$ 19. A Marisa se comprometeu também a liberar os funcionários da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) para participar do Encontro de Cipeiros.

“Só quem tem filhos e trabalha fora sabe o quanto é difícil essa dupla função. A conquista do auxílio creche no primeiro ano de vida da criança garante que as mães possam trabalhar com tranquilidade, deixando os filhos em um lugar seguro. Ele chega como resposta a uma demanda que é, principalmente, das mães comerciárias da nossa base. Vamos comemorar e lutar para expandir ainda mais esse direito”, explica a diretora Daniele Moretti.

Denúncia – Caso na sua empresa também haja alguma irregularidade, faça uma denúncia formal para que a fiscalização chegue à sua loja. Segue o endereço: https://secrj.org.br/denuncias. As denúncias são anônimas e sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo. Não se esqueça de preencher os campos com atenção, eles são essenciais para o processamento da denúncia. Esperamos que a nossa equipe chegue aí o mais breve possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =