Campanha Salarial ganha força nas ruas

postado em: Notícias | 0

A cada dia mais comerciários apoiam as mobilizações da Campanha Salarial 2017, por mais salário, mais respeito e nenhum direito a menos! Nesta segunda-feira (5/6) a mobilização foi no calçadão de Campo Grande, um dos mais importantes pólos de comércio na Zona Oeste do Rio. Os diretores do Sindicato passaram o dia conversando com os funcionários das lojas e à noite, de microfone em punho, denunciaram os abusos dos patrões e chamaram os trabalhadores para a luta.

Assim como aconteceu durante os últimos dias nas atividades realizadas pelo Sindicato em Madureira, no SAARA e em importantes shoppings e supermercados da cidade, muitos trabalhadores se animaram a colocar mais pressão sobre os patrões.

“O Sindicato é a estrutura para a luta, mas a musculatura é do conjunto da categoria. As negociações com os patrões chegaram a um impasse. Só com muita participação e coragem seremos capazes de arrancar um reajuste de salário digno”, convocou a diretora sindical Daniele Moretti, que é moradora de Campo Grande e vendedora na Casas Bahia.

Impasse – Continuam as negociações com os patrões para a assinatura das Convenções Coletivas de Trabalho (CCTs) de 26 diferentes ramos do comércio no Rio, Miguel Pereira e Paty do Alferes. Após a apresentação da pauta de reivindicações definida pela categoria, os patrões tiveram até a cara de pau de oferecer um reajuste 20% abaixo da inflação dos últimos 12 meses, que ficou em 3,99%. As empresas também insistem num aumento do piso salarial muito abaixo do mínimo regional, que atualmente é de R$ 1.178 e que usamos como referência para a valorização dos comerciários que recebem menos.

O Sindicato não aceitou fechar acordo nesses termos. Para pressionar, já deu a real pros patrões: se não fizerem proposta decente, vamos aumentar a agitação de rua, além de não renovar as CCTs específicas de Banco de Horas. A Convenções de Banco de Horas para os supermercados (Sindigêneros) já está vencida desde 12/5. Confira a data de vencimento em outros segmentos: Sindilojas – 25/6/17; Sincojóias, Sindióptica, Sindimóveis e Simerj – 31/5/17; Sindifer – 14/1/18. Se liga, patrão!

Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Mesas redondas – “A gente queria fazer uma Campanha rápida para que o aumento viesse logo, mas não aceitamos que o trabalhador tenha perdas salariais. Por isso, vamos seguir com as negociações e aumentar a pressão. Quando sair a Convenção, os trabalhadores vão receber o retroativo desde maio, mas não dá pra ficar acomodado. A participação de todos agora será decisiva para que tenhamos vitórias”, explicou o presidente do Sindicato, Márcio Ayer.

O Sindicato recorreu ainda à intermediação da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) para buscar superar o impasse com os sindicatos patronais. Foram marcadas mesas redondas com o Sindigêneros (22/7), Fecomércio Varejista (4/7) e Sindilojas (4/7). Já solicitamos a antecipação dessas datas para abreviar ao máximo a negociação.

Participe e fique por dentro da Campanha pelo nosso Facebook e pelo Zap (21) 96697-5260, venha às reuniões e ações da campanha, espalhe pros colegas da firma e fique sócio do seu Sindicato (www.comercirariosrj.org.br/sindicalize). Sem participação não tem conquista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 12 =