Via Varejo diz que vai parar de embarreirar Sindicato

postado em: Notícias | 0
A diretora do Sindicato Daniele Moretti aborda funcionário da Via Varejo. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários
A diretora do Sindicato Daniele Moretti aborda funcionário da Via Varejo. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Em audiência realizada nessa quarta-feira (27), a procuradora do Trabalho Lúcia de Fátima dos Santos Gomes arrancou dos representantes da Via Varejo o compromisso de permitir o livre acesso do Sindicato aos seus funcionários, independente de aviso prévio. Foi a resposta ao procedimento iniciado pelo Sindicato dos Comerciários no Ministério Público do Trabalho (MPT) em maio passado.

É que a empresa, dona das marcas Ponto Frio e Casas Bahia, estava impedindo a entrada dos diretores e funcionários do Sindicato em suas lojas para conversar com os trabalhadores, prática antissindical considerada ilegal.

“Toda vez que a gente vai a uma loja da Via Varejo somos abordados pelos gerentes. Eles sempre dizem que ‘o jurídico avisou para não permitir a entrada do Sindicato’. Os trabalhadores são vigiados e, por isso, ficam com medo de receber nossos panfletos ou simplesmente conversar com a gente. Esperamos que, daqui pra frente, essa maluquice tenha acabado”, desabafa a diretora do Sindicato Daniele Moretti, que também é vendedora das Casas Bahia. Acompanhada por advogados do Sindicato, ela participou da audiência ao lado dos diretores sindicais Douglas de Freitas e Renato Bernardino, que também são funcionários da empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − 15 =