Vitória dos trabalhadores do MultiMarket na Rua Riachuelo

postado em: Notícias | 0
Imagem: Google Street View
Imagem: Google Street View

Após fiscalização do Sindicato dos Comerciários do Rio, a Natática Comércio de Gêneros Alimentícios – que faz parte da rede de supermercados MultiMarket – colocou ordem na casa. A empresa atendeu exigências da diretoria do Sindicato para evitar o desvio de função e melhorar o ambiente de trabalho. Segundo o diretor do Sindicato Paulo Henrique da Silva foi uma grande conquista, fruto da denúncias dos trabalhadores: “Isso tudo só aconteceu porque os comerciários voltaram a acreditar no Sindicato, justamente pelo fato de estarmos indo para cima dos patrões e exigindo respeito aos nossos direitos” destacou.

A empresa contratou funcionários para cumprir a função de carregadores, além de disponibilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados. “É possível fazer o descarregamento de cargas de forma correta, respeitando a legislação e o bem estar do trabalhador”, salientou o diretor jurídico do Sindicato, Edson Machado.

Os trabalhadores do açougue também receberam equipamentos e um armário, além de japonas, que são fundamentais para a prevenção de doenças provocadas pela exposição ao frio e a agentes biológicos. Outra conquista importante é a construção do espaço para descanso, que contará com cadeiras, espreguiçadeiras e ar condicionado, em conformidade com a Lei (Norma regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego número 24 – NR 24), e que estará disponível para os trabalhadores no prazo máximo de 20 dias.

Ainda existem pendências, mas o presidente do Sindicato, Márcio Ayer, comemorou o resultado da fiscalização. “Foi importante a empresa ter tomado consciência de que o funcionário precisa ser valorizado no ambiente de trabalho. O Sindicato está na luta e vai continuar fiscalizando as empresas que insistem em desrespeitar a Lei”, finalizou Márcio.

A importâncias das denúncias – O diretor Paulo Henrique voltou a destacar a importância das denúncias: “É fundamental que os trabalhadores fortaleçam nossa luta, façam denúncias e nos ajudem a fiscalizar para fazer com que a Justiça prevaleça”. Para denunciar não é preciso se identificar. Basta relatar o problema e informar o nome, endereço completo e CNPJ da empresa. Pode ser pelo email denuncia@secrj.org.br, pelo telefone (21) 3266-4104, por mensagem no Facebook/ComerciáriosRJ, pelo zap (21) 96697-5260 ou pessoalmente na Sede do Sindicato (Rua André Cavalcanti, 33 – Lapa).

Campanha Salarial – A pressão dos comerciários sobre os patrões vai continuar. A última Assembleia (13/7) rejeitou a proposta de convenção coletiva do SindiLojas (lojas de shopping e rua) porque, na última hora, propuseram retirar dos comerciários em favor dos patrões o direito de gerir nosso benefício social familiar (auxílios funeral, invalidez, natalidade, etc). Apesar da rejeição da proposta, a Assembleia autorizou a diretoria do Sindicato a assinar a convenção caso o SindiLojas volte atrás. No caso da Fecomércio e do Sindicato do Comércio Varejista de Material Eletroeletrônico (Simerj), ainda não foram apresentadas propostas formais. O único segmento que já garantiu reajuste de 10% e outras conquistas foi o dos trabalhadores em supermercados.

Sala de descanso em construção. Prazo máximo para entrega é de 20 dias. Imagem: Wellington Santos/ Comerciários
Sala de descanso em construção. Prazo máximo para entrega é de 20 dias. Imagem: Wellington Santos/ Comerciários
Japona para evitar doenças provocadas pela exposição ao frio e agentes biológicos. Imagem: Wellington Santos/ Comerciários
Japona para evitar doenças provocadas pela exposição ao frio e agentes biológicos. Imagem: Wellington Santos/ Comerciários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 9 =