Pressão na Taco e Marisa

postado em: Notícias | 0
Mobilização dos comerciários em frente à Marisa na Rua da Quitanda. Foto: Wellington Santos/ Comerciários
Mobilização dos comerciários em frente à Marisa na Rua da Quitanda. Foto: Wellington Santos/ Comerciários

A pressão nas lojas que ficam no entorno do SindiLojas continua. Na manifestação realizada na manhã desta segunda-feira (11) em frente as lojas Marisa e Taco no Centro do Rio, o Sindicato dos Comerciários do Rio denunciou a manobra do SindiLojas, que tentou  mudar, na última hora, as cláusulas da convenção coletiva de trabalho. O sindicato dos patrões queria, por exemplo, acabar com a proibição do trabalho para os comerciários nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro.

O secretário-geral do Sindicato, Marcelo Black, reforçou que as mobilizações são um alerta para que os sindicatos patronais respeitem os trabalhadores. “Não vamos sair das ruas até que o bom senso prevaleça. Chegarmos a um acordo razoável para o momento que estamos. As pegadinhas são um desrespeito para com o trabalhador,” denunciou o diretor.

Durante a atividade, diversos comerciários se manifestaram em apoio ao Sindicato. Segundo o diretor do Sindicato Marcelo Collopy, a cada dia os trabalhadores estão mais conscientes do seu papel na Campanha Salarial. “Todos já estão sabendo que podem confiar no Sindicato e participar das assembleias sem medo de represálias. Se algum patrão perseguir um trabalhador que participou de nossa assembleia, nós vamos acampar dentro da loja o dia inteiro. Vamos juntos!”, convoca o diretor.

Fique ligada(o)! Participe da próxima Assembleia nesta quarta-feira (13), às 19h, na sede do Sindicato (R. André Cavalcanti, 33 – Lapa). Venha e traga os colegas da firma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 2 =