Sem ganho real, vai ter greve!

postado em: Notícias | 0

imagemparasiteO Sindicato dos Comerciários do Rio rejeitou a proposta dos patrões de reajustar os salários em apenas 8%. O percentual está abaixo da inflação dos últimos 12 meses, de 9,83% segundo o INPC, e representa perdas no salário do trabalhador. Para discutir a situação e aprovar um indicativo de greve, o Sindicato convoca todas as trabalhadoras e trabalhadores à Assembleia que será realizada nessa quinta-feira (02), às 19h, na Sede da CUFA (sob o Viaduto de Madureira).

“Não ganhamos nada quando o país estava crescendo. Agora, nas vacas magras, querem que os trabalhadores paguem a conta da crise. Não aceitaremos isso e, se for preciso, vamos para a greve,” alerta o presidente do Sindicato, Márcio Ayer.

Patrões unidos – A Fecomércio (federação que reúne vários sindicatos dos patrões), o SindiLojas (donos de lojas de shoppings e do comércio de rua) e o SindiGêneros (donos de supermercados, hortifrutis e similares) apresentaram propostas parecidas de reajuste, que têm como base o percentual de 8%. Todas foram rejeitadas pelo Sindicato dos Comerciários.

“O desrespeito aos direitos dos trabalhadores é muito grande. Muitos estão trabalhando em condições absurdas, fazendo o trabalho de vários colegas, sem receber nada a mais por isso. Temos que responder com uma grande mobilização da categoria, para mostrar que também estamos unidos e preparados para defender nossos interesses. Vamos lotar a Assembleia para mandar o recado ao patrão: ‘Vai ter que abrir a mão!’ Se a proposta deles não melhorar, o comércio do Rio vai parar”, destaca Márcio.   

O que é indicativo de greveO indicativo de greve é deflagrado pelos trabalhadores para decidir uma data mínima para dar início à greve. A decisão não é definitiva e poderá ser alterada durante os acontecimentos da Campanha Salarial por decisão dos comerciários.

Serviço

Assembleia dos comerciários – Indicativo de greve

Data: 2 de junho (quinta-feira), às 19h

Local: Sede da Central Única de Favelas (CUFA), sob o Viaduto de Madureira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =