Montadores da Via Varejo declaram estado de greve

postado em: Notícias | 0
B93A2806
Assembleia dos montadores da Via Varejo e os diretores Douglas di Freitas, Daniele Moretti, Vinicius Moraes e Marcelo Black. Foto: Wellington Santos/Comerciários

São muitas as reivindicações dos montadores das Casas Bahia e Ponto Frio (Via Varejo). Em assembleia histórica realizada na subsede do Sindicato dos Comerciários em Campo Grande, Zona Norte da cidade, os montadores, ajudantes e técnicos aprovaram a declaração de estado de greve. Eles já não aguentam mais a retirada de direitos por parte da empresa e tampouco a ameaça da terceirização, que já vem acontecendo em outros estados do país.

Os montadores já haviam decidido de forma autônoma a paralisação das atividades, mas agora decidiram atuar em conjunto com as lideranças do Sindicato. Na assembleia, os trabalhadores aprovaram ainda uma pauta de reivindicações que será entregue à direção da empresa. Participaram da assembleia os diretores do Sindicato Daniela Moretti, Vinícius Moraes e Douglas de Freitas (que trabalham na Via Varejo), além do secretário-geral da entidade, Marcelo Black.

Freitas explica que o estado de greve foi um grande passo para os trabalhadores, pois mostra à empresa que a categoria vai parar caso não haja negociação. “O estado de greve não é a greve. Temos responsabilidade e vamos dialogar com a empresa para que ela solucione as reivindicações dos trabalhadores. Não podemos nos desmobilizar. É preciso lotar cada reunião, cada assembleia. Patrão só abre mão na base da pressão!”, convoca o diretor.

Reivindicações A principal reclamação dos trabalhadores é o valor da ajuda de custo recebida, que não dá para arcar com os gastos do atendimento durante o mês. Para complicar, a ajuda é ainda menor para os ajudantes de montador, cujos gastos são os mesmos dos seus colegas. Os trabalhadores pedem aumento do valor oferecido e igualdade entre montadores e ajudantes. Outro ponto levantado da pauta de reivindicações é a redução dos valores pagos para montagem das mercadorias, que em alguns casos chegou a 60%.

A diretora Daniela Moretti orientou os montadores a continuar a mobilização e se manter firmes, porque o Sindicato vai estar na luta junto com eles. “A coisa tem que ser organizada e representar uma vitória para a categoria. Não vamos nos meter em aventuras, mas estaremos à frente dessa luta para defender os direitos dos trabalhadores,” destaca a dirigente.   

Todos à Assembleia Nova Assembleia já foi marcada, na qual se espera a presença não só dos montadores mas de todos os funcionários da Via Varejo no município do Rio. Será no dia 25/04 (segunda-feira), às 19h, na quadra da escola de samba Império Serrano (Av. Edgar Romero, 114 Madureira).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 19 =