Sindicato recebe evento cultural Emergências

postado em: Notícias | 0

Entre os dias 7 e 13 de dezembro, pensadores, ativistas, artistas, produtores culturais, gestores e agentes políticos de todo o mundo vão participar, no Rio de Janeiro, do evento Emergências, promovido pelo Ministério da Cultura. A sede do Sindicato dos Comerciários do Rio está na programação. No dia 9 (quarta-feira), às 19h, o Sindicato vai receber a pré-estreia do documentário Osvaldão, que conta a história do comandante da Guerrilha do Araguaia, que será seguida de debate com os diretores Vandré Fernandes e Ana Petta.

No dia seguinte (10/12, quinta-feira), às 10h, o Sindicato será o palco da roda de conversa “Juventude, Cultura e Trabalho”, que contará com a participação de João Batista Lemos (Federação Sindical Mundial), MV Hemp (rapper e produtor cultural), Luisa Barbosa (doutora em Sociologia/UFRJ) e Eduardo Balán (sindicalista e membro do Cultura Viva Comunitária). O presidente do Sindicato, Márcio Ayer, além de participar da mesa de Osvaldão, também será o mediador desta roda de conversa.

“A cultura é um ótimo caminho para debatermos as opressões a que estamos submetidos no dia a dia. As mais variadas linguagens da produção cultural despertam indignação e dão fôlego à luta dos trabalhadores. E o Sindicato dos Comerciários do Rio está empenhado na conquista de corações e mentes na luta contra a opressão no ambiente de trabalho!”, afirma Márcio Ayer.

Objetivos do Emergências Pensar a cultura na centralidade das lutas pela ampliação dos direitos e entender as mudanças no campo da política, dos comportamentos, da economia, das artes, além de debater a emergência de novos modelos de sociabilidade. Nesse sentido, o evento se propõe a reunir coletivos, indivíduos e redes que entendem que a mudança só virá a partir de uma transformação cultural e de mentalidade baseada no respeito à diversidade e num ‘reencantamento’ da política.

Sinopse do filme Osvaldão foi um guerrilheiro marxista brasileiro e um dos principais líderes da Guerrilha do Araguaia, ocorrida na região Norte do país na década de 1970. Membro do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), foi obrigado a viver na clandestinidade depois do golpe militar de 1964 por conta de sua militância política.

Serviço

O Sindicato dos Comerciários no Emergência

Dia 9/12, às 19 Exibição do documentário Osvaldão, seguido de debate com os diretores

Dia 10/12, às 10h Roda de conversa “Juventude, Cultura e Trabalho”

Endereço: Rua André Cavalcanti, 33 Bairro de Fátima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 15 =