MP vai investigar práticas anti-sindicais da Via Varejo

postado em: Notícias | 0
Diretores em ação do Sindicato junto a trabalhadores da Via Varejo
Diretores em ação do Sindicato junto a trabalhadores da Via Varejo

Os diretores do Sindicato que também são funcionários da Via Varejo, dona das marcas Casa Bahia e Ponto Frio, foram ouvidos na última quarta-feira (28/10) pela Procuradoria do Trabalho da 1ª Região. A audiência foi realizada no âmbito de procedimento do Ministério Público do Trabalho que investiga supostas práticas anti-sindicais da empresa.

Os diretores Nelmo Nogueira, Daniele Moretti, Douglas de Freitas, Vinícius de Oliveira, Renato Bernardino e o coordenador jurídico do Sindicato, Carlos Henrique de Carvalho, foram ouvidos pela procuradora do Trabalho Lúcia de Fátima Gomes. Eles explicaram que a relação da Via Varejo com o Sindicato tem sido conflituosa na medida em que a empresa tem se recusado a negociar as reivindicações dos trabalhadores. A empresa estaria, inclusive, impedindo a entrada de representantes sindicais nas lojas para divulgar a atuação do Sindicato e buscar a sindicalização de novos associados, além de incentivar a oposição às contribuições sindicais.

“A Via Varejo busca intimidar seus funcionários. Eles ficam receosos de se aproximar quando vamos às lojas para ter um contato mais próximo com a categoria. Organizamos um abaixo-assinado para pedir a manutenção da cesta básica e o retorno ao antigo plano de saúde, duas reivindicações emergenciais dos empregados da empresa. Mais de mil funcionários assinaram, mas foi grande a dificuldade para colher as assinaturas. Alguns funcionários chegaram a ser veladamente ameaçados de demissão caso assinassem”, contou Douglas de Freitas, que também é vendedor do Ponto Frio. “Vamos buscar a Justiça sempre que necessário. O Sindicato não vai deixar barato esse tipo de prática das empresas”, acrescentou o diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − dois =