Avança a negociação com as Lojas Americanas

postado em: Notícias | 0

americanas2O Sindicato dos Comerciários realizou nesta quarta-feira (14) a segunda reunião da nova gestão com representantes da rede Lojas Americanas. Durante o encontro foi aprofundada a discussão sobre uma série de reivindicações apresentadas pelo Sindicato. Dentre elas está a revisão do valor do vale-refeição oferecido pela empresa aos seus funcionários, que há quase 20 anos está congelado em R$ 4,35.

Outra reivindicação diz respeito ao descarregamento dos caminhões com a utilização da mão de obra dos comerciários, o que caracteriza acúmulo de função. O Sindicato pede contrapartidas para os trabalhadores que cumprem esta tarefa, como um adicional de 30% sobre as horas trabalhadas no descarregamento.

“Faço isso todo dia. Geralmente, temos que descarregar dois caminhões por dia, mas agora no fim do ano o fluxo aumenta para três a cinco caminhões por dia. E esta função não está descrita em nosso contrato de trabalho”, queixou-se Darlana Morgana, que além de diretora do Sindicato é funcionária da Americanas.

“Não é o ideal. O certo seria que as próprias empresas que fazem o transporte fizessem também o descarregamento. Assim não seria necessário que o comerciário abandonasse suas funções para descarregar caminhão, mas como a empresa não apresenta alternativas queremos ao menos alguma contrapartida para os trabalhadores”, comentou o presidente Márcio Ayer.

Multas e resposta – Márcio Ayer ressaltou que enquanto esta e outras situações de desrespeito aos direitos trabalhistas não forem regularizadas pela Americanas, o Sindicato vai continuar fiscalizando e multando a empresa. No último Sete de Setembro, por exemplo, a Lojas Americanas teve várias lojas multadas por funcionar sem autorização do Sindicato.

De acordo com os representantes da Americanas, todas as reivindicações serão levadas à análise da diretoria da empresa. Eles prometeram resposta na próxima reunião com o Sindicato, agendada para a primeira semana de novembro.

Raio X – Lojas Americanas, também conhecida como Rede Americanas, é uma empresa brasileira do segmento de varejo fundada em 1929 na cidade de Niterói (RJ) pelo austríaco Max Landesmann e os estadunidenses John Lee, Glen Matson, James Marshall e Batson Borger. Atualmente a empresa conta com mais de 960 estabelecimentos de vendas em todo o Brasil. É a quarta maior empresa varejista do país, empregando 22 mil funcionários, cerca de 2 mil deles apenas no Rio.

Atualmente a empresa é controlada por três empresários: Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, o mesmo trio que comanda a Inbev (antiga AmBev), GP Investimentos, América Latina Logística e outros grupos. Recentemente, a Americanas anunciou a abertura de 160 lojas no Brasil nos próximos meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 12 =