Comércio puxa recuperação do emprego em novembro

postado em: Comércio, Notícias | 0

A geração de empregos com carteira assinada na economia brasileira mostrou sinais de recuperação em novembro, com um saldo de 8.381 vagas formais, saldo entre um total de admissões de 1.613.006 menos 1.604.625 desligamentos no período, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (18), pelo ministro do Trabalho e Emprego (MT.E), Manoel Dias, em Florianópolis (SC).

10

Avanço, embora leve, inverte tendência de queda observada em setembro. Destaque do mês foram setores de Comércio e Serviços.
A variação foi de 0,02% em relação ao estoque do mês anterior. O resultado é melhor que o do mês anterior, quando foi registrada uma retração de 30.283 postos de trabalho em relação a setembro. Essa queda, de acordo com o ministério, havia sido causada principalmente pela perda de postos na Construção Civil (-33.556), e na agricultura (-19.624).

Para o ministério, a recuperação de novembro, embora leve, indica que o Brasil continuou gerando empregos com carteira assinada em 2014, ano considerado pelos economistas como o pior para o País desde o início da crise financeira mundial, em 2008. Além disso, em geral, segundo Manoel Dias, o mês de novembro apresenta um saldo menor que o verificado em outubro.

O anúncio do Caged de novembro foi feito em Florianópolis porque esta é a capital do terceiro estado com o melhor desempenho de geração de novas vagas no País. Em Novembro, o Rio de Janeiro teve a melhor geração de vagas por estados, com 14 mil novos postos, seguido por Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Setores – Do total dos oito setores pesquisados, três expandiram o nível de emprego, com destaque para o Comércio (+105.043 empregos, saldo superior ao ocorrido em novembro de 2013 e a média de 2003 a 2013 (+103.258 e +95.739 postos respectivamente) e, em menor medida, para os Serviços (+29.526 postos, após ter apresentado desempenho positivo tênue em outubro último: + 2.433 postos de trabalho).

Fonte: Portal Brasil com informações do Ministério do Trabalho e Emprego.
Clique aqui para ler a matéria íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 10 =