Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Trabalhadores do NorteShopping exigem folga na 2ª de Carnaval

O presidente do Sindicato, Márcio Ayer (centro), conversa com os comerciários durante o protesto. Foto: Carla Santos/ Comerciários.

Trabalhadores do NorteShopping e diretores do Sindicato realizaram nesta quarta-feira (8/02) uma grande manifestação pela direito à folga na Segunda-feira de Carnaval. Por razões que envolvem insegurança, dificuldades de transporte e baixo movimento de consumidores, os comerciários exigem que a administração, a exemplo do que já aconteceu em outros shoppings (leia aqui), volte atrás e determine folga para os comerciários neste dia.

Durante a manifestação, que aconteceu na praça de alimentação do centro comercial, o presidente do Sindicato, Márcio Ayer, alertou sobre os riscos de abrir neste dia, como quer a administração, principalmente por conta do grande número de joalherias. “Sabemos que a segurança dentro dos shoppings ficará comprometida durante o carnaval. Com movimento baixo, o trabalhador estará muito mais vulnerável à violência”, comentou.

Comerciários denunciam violência – O presidente acrescentou que a garantia da segurança do trabalhador no trajeto casa-trabalho-casa é uma responsabilidade do patrão. “Assaltos nesse trajeto são considerados acidentes de trabalho, capazes de provocar graves sequelas psicológicas”, completou o presidente. Ele lembrou que nesses casos a empresa precisa emitir o Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) para o trabalhador assaltado.

São muitos relatos de violência dentro do NorteShopping narrados por comerciários. Apenas no último semestre foram assaltadas as lojas Fast, Riachuelo e Vivara. Os arrastões do lado de fora também são frequentes, segundo os trabalhadores. A operadora de caixa C.A. conta que qualquer situação anormal gera correria no shopping: “Outro dia uma panela de pressão explodiu e na mesma hora começou o corre corre. Aqui, todo mundo está com medo”.

Lojistas confirmam movimento fraco – O diretor do Sindicato Renato Bernardino, que também é vendedor das Casas Bahia no NorteShopping, reforçou que a abertura do comércio na Segunda de Carnaval será ruim para todos, patrões e funcionários. “Meus colegas estão indignados com a decisão de abrir na Segunda. Os lojistas vão ter prejuízos e ainda vão colocar em risco nós trabalhadores”, protestou o dirigente.

Foto: Carla Santos/ Comerciários.

“Já trabalhamos o ano inteiro, damos o sangue. Não é justo tirar nossa única oportunidade de descansar dois dias seguidos”, reclamou a vendedora M.R., que há oito anos trabalha no NorteShopping e afirma que nunca houve expediente na Segunda de Carnaval. A gestora de uma loja-âncora do shopping contou que o faturamento no último domingo de carnaval foi 40% inferior aos domingos comuns. Com a crise, ela acredita que este ano tende a ser ainda pior. “Já não conseguimos nem pagar os custos operacionais da loja. Isso no domingo. Na segunda o prejuízo será ainda maior”, comentou.