Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Trabalhadores do Mundial aprovam acordo sobre domingos e feriados

Os trabalhadores do comércio aprovaram na quinta-feira, dia 9 de maio, a proposta de acordo judicial apresentada pela empresa de compensação de folgas de feriados e domingos para quem estava ativo entre 2013 e 2016. Foram ao todo, seis assembleias em três lugares reunindo centenas de trabalhadores: duas no Mundial da Barra da Tijuca, duas na sede do Sindicato e duas na quadra do Império Serrano, em Madureira.

O Sindicato dos Comerciários entrou com ação na justiça para cobrar o que determinava a convenção coletiva sobre as folgas em domingos e feriados,  que o Mundial não estava cumprindo. A luta deu certo, pois foi a partir desta ação coletiva que a empresa procurou o Sindicato para apresentar uma proposta de acordo que compensasse os trabalhadores e encerrasse o caso.

Os trabalhadores também autorizaram o Sindicato a  renovar o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da greve, que garante o pagamento de 100% dos domingos para os funcionários que ingressaram na empresa até novembro de 2017 e 50% para quem entrou depois desse período.

“A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) tem força de lei. Quando verificamos que o Mundial não estava cumprindo a cláusula sobre as folgas ingressamos na justiça. Foi assim que eles nos apresentaram a proposta de acordo. Isso mostra que a categoria precisa estar sempre atenta, acompanhando a nossa convenção para cobrar qualquer irregularidade por parte dos patrões. Nós estamos de olho! O Sindicato está aqui para defender os interesses dos trabalhadores”, declara o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer.

 

O resultado final foi pela aprovação da proposta, da seguinte forma:

Reajuste nos salários de 0,8%, retroativo ao mês de novembro de 2018, para todos os trabalhadores. O pagamento será feito a partir da assinatura do acordo na justiça, sendo o retroativo quitado em uma parcela.

Folgas, contínuas ou não, a serem compensadas no máximo em 2 anos:

  • 13 para quem está ativo na empresa desde 2013
  • 11 para quem está ativo na empresa desde 2014
  • 9 para quem está ativo na empresa desde 2015
  • 5 para quem está ativo na empresa desde 2016

Gratificação (apenas uma parcela de acordo com o ano):

  • R$ 100 para quem está ativo na empresa desde 2013
  • R$ 80 para quem está ativo na empresa desde 2014
  • R$ 60 para quem está ativo na empresa desde 2015
  • R$ 40 para quem está ativo na empresa desde 2016
  • R$ 30 para quem está ativo na empresa desde 2017
  • R$ 20 para quem está ativo na empresa desde 2018