Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Supermercado 2001 não apresenta rescisões e revolta comerciários

Um grande revolta tomou conta dos comerciários dos Supermercados 2001. Em audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), no último dia 4, a empresa se comprometeu a trazer os documentos, nesta quinta (10), para fazer as rescisões dos 296 trabalhadores demitidos. Porém, a empresa não fez a sua parte e não enviou a documentação necessária para que o Sindicato fizesse as homologações com ressalvas.

Muitos comerciários chegaram cedo ao Sindicato na esperança de poder resolver essa situação. O caso deixou os comerciários revoltados com o descaso da empresa, que desrespeitou inclusive o acordo feito no MPT, com a procuradora Samira Torres Shaat.

Pelo acordo feito no MPT, a empresa traria a documentação dos trabalhadores para que fossem feitas as homologações com ressalvas para que cada trabalhador pudesse sacar o seu FGTS e desse entrada no seguro desemprego. O que não ocorreu por conta da falta de consideração da empresa.

Diante disso, o departamento jurídico do Sindicato informará para a procuradora do MPT a quebra do acordo e reafirmou que irá para a justiça cobrar o pagamento de todos os direitos dos comerciários do 2001, como salário de outubro e novembro, férias, 13°, 40% sobre o FGTS e outros.

“O que eles fizeram foi um grande desrespeito com os trabalhadores, que chegaram cedo para resolverem suas vidas. A empresa desconsiderou o acordo feito no MPT. O Sindicato está totalmente voltado para cobrar do supermercado o pagamento de tudo o que é devido a esses comerciários. As contas desses trabalhadores continuam chegando e eles precisam honrar suas dívidas e passar um fim de ano mais tranquilos”, destaca Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio.

Homologações ocorrerão no dia 13

Diante da pressão dos trabalhadores pra cima da empresa, ficou remarcada, para esta sexta-feira, dia 13, às 9h, no Sindicato, a homologação dos funcionários do 2001. A empresa se comprometeu a trazer todos os documentos necessários para liberar o FGTS e que cada um possa dar entrada no seguro desemprego.

Reunião no MPT 

Uma nova reunião no MPT ocorrerá nesta quinta-feira, dia 12, às 10h, com os representantes dos supermercados 2001, a comissão de funcionários e o Sindicato. Os representantes do Unidos também serão chamados.

Campanha de Solidariedade

O Supermercado 2001 demitiu 296 trabalhadores, deixando todos com salários atrasados e sem pagar seus direitos trabalhistas. A situação é ainda pior para 33 comerciários, que estão com o seu FGTS zerado. A empresa depositou apenas R$ 100 para cada um, de forma simbólica para que eles possam dar entrada no seguro desemprego.

Para que estes 33 trabalhadores não tenham um fim de ano ainda pior, o Sindicato, junto com os demais funcionários do supermercado, lançou uma campanha de solidariedade, através de suas redes sociais, para arrecadar recursos e alimentos para estes trabalhadores. Para isso, disponibilizou uma conta bancária para receber doações. Todo o dinheiro arrecadado será dividido igualmente entre esses trabalhadores. O Sindicato também está aceitando doações de alimentos.

A conta bancária é: Sindicato dos Empregados do Comércio do Rio de Janeiro – CNPJ 33.644.360/0001-85 / Caixa Econômica / AG 0542 / C/C 775577-7.

Leita também:  No MPT, Sindicato cobra pagamentos dos comerciários do supermercado 2001