Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindilojas: Patrão intransigente pede pra tomar mais pressão

Da esquerda para direita: diretor José Cláudio, o coordenador do Depto. Jurídico Carlos Henrique Carvalho, o presidente Marcio Ayer, o secretário-geral Marcelo Black, o delegado sindical Marcelo Bizerra e assessora jurídica da presidência do Sindicato Beatriz Santos | Foto: Wellington Santos/Comerciários

Da esquerda para direita: diretor José Cláudio, o coordenador do Depto. Jurídico Carlos Henrique Carvalho, o presidente Marcio Ayer, o secretário-geral Marcelo Black, o delegado sindical Marcelo Bizerra e assessora jurídica da presidência do Sindicato Beatriz Santos | Foto: Wellington Santos/Comerciários

Inacreditável! Chegamos à terceira reunião com o Sindicato dos Lojistas (Sindilojas) que representa os patrões das lojas de shopping e comércio de rua, sem a apresentação de qualquer contra-proposta deles para melhorar as vida dos trabalhadores. “Os patrões precisam entender que nós não vamos abrir mão das condições mínimas de trabalho para os comerciários. Apresentamos uma pauta justa, que considera a realidade de crise no país. Eles não podem achar que os trabalhadores vão pagar essa conta,” protestou o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer.

Márcio reforçou com os representantes dos patrões a necessidade de por fim a alguns absurdos como, por exemplo, o piso menor durante o período de experiência. “Os trabalhadores não aguentam mais o clima de terrorismo e de exploração que vivem. Em muitos locais os comerciários já clamam por greves e paralisações. Se as negociações continuarem lentas e com poucos avanços, vamos apoiar o movimento daqueles que querem lutar por seus direitos,” reafirmou o presidente.  

A reunião na sede do sindicato dos patrões contou ainda com a participação dos diretores José Cláudio Oliveira e Marcelo Black. Nova rodada de negociações foi marcada para a próxima quarta-feira (11).