Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato rejeita proposta dos patrões em Miguel Pereira e Paty

A mesa de negociação com o Sicomércio. Na cabeceira, à esquerda, o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer. Imagem: Wellington Santos/ Comerciários

Em reunião realizada na última quarta-feira (31/5), para discutir a Pauta de Reivindicações dos trabalhadores de Miguel Pereira e Paty do Alferes, o Sindicato dos Comerciários rejeitou a contraproposta dos patrões da região. Além de negarem um reajuste de salários com ganho real, as empresas querem manter o piso salarial abaixo do mínimo regional, aprovada pela Assembleia Legislativa. Também se negam, por enquanto, a atender qualquer outra reivindicação para melhorar as condições de trabalho dos seus funcionários.

“Estamos valorizando a negociação e acho que temos tudo para chegar a um bom termo, que preserve, acima de tudo, os interesses dos comerciários”, comentou o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer. Ele avalia que as negociações devem avançar nos próximos dias com a melhoria da proposta por parte dos patrões. Como ponto positivo, Márcio destacou o fato de que, pela primeira vez em anos, as negociações acontecem diretamente entre os sindicatos de trabalhadores e patrões, sem a mediação da Fecomércio. “Pela primeira vez as negociações em Paty e Miguel Pereira ocorrem de maneira independente das negociações na capital, o que permite levarmos em conta as particularidades da realidade local”, acrescentou o presidente.

Dia do Comerciário mantido – Os diretores  do Sindicato presentes à reunião também rejeitaram a proposta dos patrões de acabar com o feriado no Dia do Comerciário. “O Dia do Comerciário é especial. É nele que os trabalhadores se reconhecem enquanto categoria. É também a única data em que os colegas de firma podem fazer sua confraternização, o que já se tornou uma tradição aqui em Miguel Pereira e Paty do Alferes,” comentou o delegado sindical Marcelo Bizerra.

A reunião contou ainda com a participação dos diretores sindicais Josué Pereira, Bruno Baldez e Fábio dos Santos, os dois últimos trabalhadores no comércio da região. A próxima rodada de negociações vai acontecer dia 13/6, quando poderá enfim ser acordado o reajuste e demais avanços para a Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018.