Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato protesta contra abertura do comércio na 2ª de Carnaval

Na imagem, da esquerda para a direita os diretores do Sindicato Renato Bernardino, Rosângela Rocha, José Cláudio de Oliveira, Vinícius de Moraes, Josué Ribeiro, Márcio de Souza e Bruno Cézar. Foto: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Na imagem, da esquerda para a direita os diretores do Sindicato Renato Bernardino, Rosângela Rocha, José Cláudio de Oliveira, Vinícius de Moraes, Josué Ribeiro, Márcio de Souza e Bruno Cézar. Foto: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Com faixas, bandeiras, panfletos e carro de som, diretores do Sindicato dos Comerciários do Rio foram à porta do Nova América, na manhã desta segunda-feira (06/02) antes da abertura das lojas, para conversar com os trabalhadores. Muitos estão indignados com a possibilidade de ter que trabalhar na Segunda-Feira de Carnaval e contam com o apoio do Sindicato para impedir mais essa arbitrariedade patronal.

Após a manifestação, liderados pelo presidente do Sindicato, Márcio Ayer, os diretores foram à administração do shopping entregar uma carta contra a abertura na Segunda de Carnaval. “Assinalamos que nessa data, tradicionalmente, não há funcionamento do comércio, primordialmente por questões de segurança e em razão da dificuldade de trânsito na cidade. Até mesmo os comerciantes não desejam o funcionamento, seja em razão da preocupação com segurança, seja pela provável ausência de consumidores nesse dia”, diz o texto, assinado por Márcio.

Os dirigentes sindicais foram ainda de loja em loja para conversar com os trabalhadores. E.G.X., gerente de um dos estabelecimentos visitados, confirmou que o trabalho durante o carnaval fica muito mais complicado: “Falta ônibus, o risco de assalto é maior e a própria relação com o cliente fica mais difícil. Ficamos mais expostos, a maioria das pessoas que entram nas lojas são foliões que estavam curtindo o carnaval e as vendas são praticamente inexistentes”. 

Diretores e assessores do Sindicato no momento da entrega da carta à administração do Nova América. Foto: Wellington Santos/ Comerciários

Diretores e assessores do Sindicato no momento da entrega da carta à administração do Nova América. Foto: Wellington Santos/ Comerciários

Abaixo-assinado e mesa redonda – “Na Segunda de Carnaval, todos os caminhos da cidade vão levar aos blocos e ao sambódromo. Todo o aparato de segurança pública vai estar mobilizado nesses pontos, deixando o resto da cidade muito mais inseguro. Além disso, quem acha que o carioca vai se meter em shopping nesse dia, não conhece bem o Rio”, comentou ao microfone, durante a manifestação, o diretor Marcelo Bizerra. “Os lojistas sabem dos riscos de abrir durante o Carnaval, quando o número de assaltos aumenta muito, mas estão sendo pressionados a abrir pela administração dos shoppings. Eles têm seguro para cobrir eventuais prejuízos materiais, mas e a vida do trabalhador, quem é que cobre? Quem devolve? Estamos valendo menos do que um Iphone!”, disparou o diretor Renato Bernardino.  

Um abaixo-assinado organizado pelo Sindicato, que circula pelos maiores shoppings da cidade, já recolheu mais de cinco mil assinaturas de comerciários contra a abertura na Segunda de Carnaval. O Sindicato também levou a discussão à Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), que vai realizar, na próxima quinta-feira (9/02), uma mesa redonda para superar o impasse entre os trabalhadores e as empresas.

Primeiro recuo dos patrões – As manifestações do Sindicato nos shoppings vão continuar nos próximos dias, pois parece que a pressão já surtiu efeito. O Shopping Rio Design, administrado pelo mesmo grupo que gerencia o Nova América, comunicou nesta segunda-feira (06/02) aos lojistas que, ao contrário do que havia exigido anteriormente, o funcionamento das lojas na Segunda será facultativo.