Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato garante PLR aos funcionários do Zona Sul

Reprodução da internet

Reprodução da internet

O Sindicato dos Comerciários do Rio assinou Acordo Coletivo com o supermercado Zona Sul para garantir pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) aos funcionários da empresa. O benefício será pago em duas vezes – em 1º de março e em 1º de setembro deste ano – caso o Zona Sul obtenha resultado igual ou superior a 85% da meta semestral de lucratividade estabelecida pela direção da empresa. Batida a meta, 20% dos lucros serão distribuídos entre todos os funcionários da rede.

Os semestres considerados serão aqueles de julho a dezembro de 2016, e janeiro a julho de 2017, respectivamente. Supondo que a empresa apresente lucro no semestre de R$ 1 milhão, por exemplo, e que a meta estabelecida tenha sido de R$ 850 mil, a empresa deverá distribuir R$ 200 mil entre todos os funcionários. Caso não atinja o mínimo de 85% ou apure prejuízo no semestre, a empresa se desobriga do pagamento da PLR.

“O pagamento de participação nos lucros é um justo reconhecimento aos trabalhadores e trabalhadoras pelos resultados que ajudam a construir para os patrões”, avalia o presidente do Sindicato, Márcio Ayer. O dirigente ressalta, no entanto, que a concessão da PLR não vai impedir que o Sindicato dos Comerciários continue a fiscalizar a empresa para reprimir abusos patronais, descumprimento das convenções coletivas e/ou desrespeito aos direitos trabalhistas dos funcionários. “Recebemos muitas denúncias contra o Zona Sul. Vamos continuar conferindo todas elas”, garante Márcio.

Cálculos – As metas serão estabelecidas pela administração da empresa a cada trimestre, com a devida comunicação aos funcionários. Será divulgado mensalmente aos funcionários de todos os setores do Zona Sul um informativo com a apuração parcial dos indicadores do programa até aquele mês. Os números deverão ser acompanhados com máxima atenção pelos trabalhadores, principalmente porque o Sindicato não terá acesso aos balanços da empresa. Sobre o pagamento da PLR não incidem descontos com encargos trabalhistas ou previdenciários até o limite de R$ 6 mil.

Somente terão direito a receber a PLR os funcionários que tenham vínculo com empresa desde, pelo menos, o 1º dia útil do trimestre a ser pago. O valor que cada funcionário terá a receber vai variar conforme seu nível hierárquico, se trabalha em área meio ou atividade fim, e conforme a posição da loja em que trabalha no ranking de todas unidades do Zona Sul na cidade. Para conhecer o Acordo em detalhes, clique aqui.