Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato cobra segurança para comerciários no BarraShopping

Reprodução/ circuito interno

Uma tentativa de assalto causou pânico entre os funcionários e frequentadores do BarraShopping, na manhã desta quinta-feira (25/5). A loja Caneta Continental, que vende relógios de luxo, foi atacada por um grupo de bandidos armados. De acordo com relatos dos comerciários, houve troca de tiros no estacionamento, local por onde o grupo teria tentado fugir. Apesar de não haver registros de feridos, uma comerciária grávida de 3 meses foi encaminhada ao Departamento Médico do Sindicato – que funciona nas dependências do shopping – por conta de um sangramento devido ao alto nível de estresse a que a funcionária foi submetida.

A jovem, de 27 anos, é funcionária de uma joalheria no shopping. Ela foi atendida e encaminhada para exames complementares na Maternidade Leila Diniz. Ela e o bebê não correm risco de morte, mas a comerciária vai precisar ser afastada para repouso absoluto. O Sindicato já encaminhou um ofício para o shopping e para as lojas envolvidas no ocorrido.

“Essa onda de insegurança no comércio é um ponto que nos preocupa muito. Enviaremos um ofício à administração do BarraShopping cobrando reforço nas medidas de segurança, porque o comerciário não pode ir ao trabalho com medo ou correndo riscos. Além disso, já encaminhamos um outro ofício às lojas envolvidas no assalto, para cobrar a emissão do CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), documento emitido para reconhecer tanto um acidente de trabalho, de trajeto ou uma doença ocupacional. Caso a empresa se recuse a realizar a Comunicação à Previdência Social, o Sindicato tem poder legal de fazer. Inclusive, a empresa pode ser multada caso haja atraso.”, explicou o presidente Márcio Ayer.

Caso algum comerciário tenha passado por alguma situação parecida e o CAT não tenha sido emitido, deve procurar o Departamento Jurídico do Sindicato. Só eles podem oferecer orientação especializada do que fazer. O atendimento é presencial e gratuito, aqui na sede do Sindicato (R. André Cavalcanti, 33 – Lapa), de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30. Mais informações pelos telefones (21) 3266-4168 ou 3266-4155. Também há atendimento na subsede de Campo Grande (segundas e sextas-feiras, das 9h às 16h) e do BarraShopping (às quintas feiras, das 9h às 17h).
Histórico de insegurança – Na noite de sábado (13/5), uma mulher sofre uma tentativa de estupro no estacionamento do BarraShopping. O criminoso portava uma arma falsa e, depois de muitas tentativas frustradas de socorro, a vítima foi auxiliada por um policial à paisana que estacionava o carro no local. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca).
Nas lojas de rua a realidade da insegurança também não é diferente. Na segunda-feira (22/5), pelo menos oito lojas foram arrombadas e saqueadas por um grupo de aproximadamente 50 bandidos armados com fuzis. O ataque aconteceu na Rua Senador Pompeu, próximo à Central do Brasil e, segundo os comerciários, é a terceira vez que ocorre.