Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato arrocha e patrão cede 10%

O presidente do Sincomac, Antônio Lopes (à esquerda) durante a reunião com o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer (centro) e o diretor jurídico Edson Machado. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

O presidente do Sincomac, Antônio Lopes (à esquerda) durante a reunião com o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer (centro) e o diretor jurídico Edson Machado. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Os comerciários do ramo atacadistas de material de construção vão começar o ano com uma ótima notícia. Após muita negociação, os patrões finalmente cederam o reajuste de 10% nos contracheques dos trabalhadores e trabalhadoras, com pagamento retroativo desde setembro (data-base do segmento), até o salário de fevereiro.

O acordo foi negociado nesta terça-feira (10/01) entre as direções do Sindicato dos Comerciários e do Sindicato dos Atacadistas. Para passar a valer, precisa ser confirmado pelos trabalhadores em Assembleia. Além do reajuste de 10%, que é válido para os salários até o teto de R$6.600, foi acordado o piso salarial unificado em R$1.104,40, garantia dos comissionista em R$ 1.200, ajuda-alimentação aos sábados no valor de R$ 16,50, redução do prazo de compensação do Banco de Horas de 120 para 90 dias, dentre outras conquistas.

Dentre as cláusulas sociais que poderão ser incluídas na Convenção Coletiva de Trabalho estão a proibição das revistas íntimas de funcionários, garantia de emprego em caso de aborto, proibição de descontos por avarias em mercadorias e outras.

Ganho real – “Conquistamos um reajuste acima da inflação! Foi uma grande vitória, principalmente se considerarmos o momento de piora da crise econômica”, comemorou o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer.