Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Sindicato fecha acordo e garante reajuste em Miguel Pereira e Paty do Alferes

O Sindicato dos Comerciários garantiu o reajuste dos trabalhadores de Miguel Pereira e Paty do Alferes. O acordo fechado garante o reajuste salarial de 5,07% a partir de setembro, como também o reajuste das demais cláusulas financeiras, além da manutenção dos outros itens da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). 

“Demorou um pouco, mas nossa persistência foi válida. Vamos assim garantindo o reajuste de todos os comerciários da nossa base, depois do Rio de Janeiro, agora fechamos com Miguel Pereira e Paty. O índice de 5,07% está entre os maiores do estado, comparado a outras categorias, e veio com muita luta”, ressalta Márcio.

As empresas devem começar a acertar os pagamentos a partir deste mês de dezembro. Entre maio e agosto, o retroativo a ser pago é de 3,5%.

O acordo assinado valoriza ainda o piso salarial, o lanche de sábado, domingo e feriado e a quebra de caixa com aumentos acima da inflação.

“É importante que os trabalhadores conheçam a convenção e saibam de todos os direitos que garantimos nela. Só assim os comerciários poderão fiscalizar e ter certeza que os patrões estão cumprindo o acordo assinado. É preciso que todos entendam que a participação de cada comerciário e comerciária é fundamental para termos, no final, uma campanha salarial vitoriosa. Essas conquistas só vêm com o fortalecimento do Sindicato, ganhando mais sócios e a presença dos trabalhadores nos atos e assembleias”, destaca Márcio Ayer.

Resumo das principais conquistas dos comerciários de Miguel Pereira e Paty do Alferes:

  • Reajuste – 5,07% (reajuste a partir de setembro)
  • Reajuste retroativo de maio até agosto – 3,5%
  • Reajuste do piso salarial 5,1% –  R$ 1.235,00
  • Reajuste do comissionista de 5,1% – R$ 1.349,00

Benefícios reajustados com ganho acima da inflação: 

  • Lanche de sábado – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)
  • Lanche aos domingos e feriados – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)
  • Quebra de caixa – R$ 45,00 (reajuste de 7,1%)

Outra vitória do acordo da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) muito importante, foi o abono de falta quando a prefeitura decretar estado de calamidade pública. Nada mais justo, uma vez que muitos comerciários sofrem nesses dias e ainda perdem direitos. 

Sua empresa vacilou? Faça uma denúncia e nos ajude a fiscalizar. Não é preciso se identificar, basta acessar secrj.org.br/denuncias, relatar o problema e informar o nome, endereço e CNPJ da empresa.