Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

É pra comemorar! Saiu o reajuste dos comerciários de lojas de shoppings e de rua

Márcio Ayer,  presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro, acabou de, em um vídeo nas suas redes sociais, anunciar a assinatura do reajuste de 5,07% para os trabalhadores das lojas de shopping e de rua. “A pressão valeu a pena, nós conquistamos um reajuste que é hoje um dos maiores deste ano, entre as categorias aqui no Rio de Janeiro”, comemora Márcio. 

Segundo o presidente, o  reajuste já será no pagamento de outubro assim como o retroativo. “Também conseguimos valorizar o piso salarial, o lanche, a quebra de caixa e a ajuda de custo com reajustes acima da inflação. Isso é muito importante para os trabalhadores neste momento de verdadeira caça aos direitos dos trabalhadores, são ganhos reais”, reafirma o presidente. 

Outra vitória na assinatura do acordo da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) muito importante, foi o abono de falta quando a prefeitura decretar estado de calamidade pública. Nada mais justo, uma vez que muitos comerciários sofrem nesses dias e ainda perdem direitos. 

Para Márcio Ayer, foi uma negociação muito difícil, mas que finalizou graças às mobilizações e a pressão do Sindicato e da categoria em cima dos patrões. “A todo momento tínhamos uma ameaça do governo federal em editar uma medida que prejudicasse os trabalhadores. A MP 881, que retirava os benefícios dos trabalhadores no trabalho aos domingos, foi um exemplo que fez as negociações se arrastarem ainda mais”, completa.  

Essa campanha salarial mostrou mais participação dos comerciários apoiando o Sindicato. Na nossa primeira campanha salarial, as pessoas até xingavam a gente. Hoje, apesar do medo de serem demitidos os comerciários passaram a respeitar e buscar o Sindicato para tirar dúvidas sobre o direito dos trabalhadores e participar da campanha salarial.  “Com o tempo o comerciário vai tomando consciência que tem que vir para luta pela a assinatura da CCT. É ela que garante que nossas conquistas sejam mantidas independente das tentativas de retiradas de direitos feitas pelo Governo Federal”, finaliza. 

Assinatura da Convenção Coletiva do Sindilojas

Resumo das principais conquistas dos comerciários de Lojas de Shoppings e de rua:

Reajuste – 5,07% (Referente ao mês de setembro que é pago em outubro)

Reajuste retroativo de maio até agosto – 3,5% (Também será pago no pagamento de outubro)

Reajuste do piso salarial 5,15% –  R$ 1.246

Reajuste do comissionista 5,15% R$ 1.370

Contrato de experiência 5,15%R$ 1.120

Benefícios tiveram reajuste com ganho real acima da inflação: 

Lanche de sábado – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Lanche aos domingos e feriados – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Quebra de caixa – R$ 57 (reajuste de 5,5%)

Ajuda de custo do comissionista – R$ 30 (reajuste de 7,1%) 

Conquistas sociais importantes: 

Abono de falta por calamidade pública

Manutenção de todos os benefícios que a categoria já possui como jornada de trabalho, horas extras, uma hora de almoço, escala de folga aos domingos (a cada 2 domingos, o terceiro tem que ser folga). 

Fechamento da convenção coletiva

 

Fecomércio

Agora, o Sindicato luta para também fechar um bom acordo com os sindicatos patronais ligados à Fecomércio, que engloba lojas como Via Varejo, de ferragens e materiais de construção, eletroeletrônicos e eletrodomésticos, óticas, jóias, autopeças e carnes.

Ficou em dúvida? Tá bolado com alguma coisa? O patrão tá vacilando?

Fala com a gente, procure nosso departamento jurídico, ele é o melhor caminho para você ter certeza e não cair no mimimi do patrão. O atendimento é presencial e gratuito, por ordem de chegada na sede do Sindicato (R. André Cavalcanti, 33 Lapa) de segunda a quinta, de 9h às 17h. Mais informações pelos telefones (21) 3266-4168 ou 3266-4155. 

Também há atendimento no núcleo de Campo Grande (Rua Iaçu, 74) toda quarta de 9h às 16h (telefones: (21) 2413-4388 ou 2415-5998), e no núcleo de Miguel Pereira (Rua Cesar Lates, 205 – Centro) toda primeira segunda do mês de 9h às 16h. Informações pelo telefone (24) 2484-2671. Em Madureira o atendimento é feito quinzenalmente (R. Américo Brasiliense, 158), mais informações pelo telefone (21) 2450-1102.