Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Ministério do Trabalho dá uma dura na Andarella

Imagem: Wellington Santos/ Comerciários

Imagem: Wellington Santos/ Comerciários

Sem meias palavras, o superintendente da Ministério do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro, Robson Leite, considerou grave o atraso dos salários e dos depósitos do Fundo de Garantia dos Trabalhadores (FGTS) da Andarella. Leite ainda reagiu duramente ao fato da empresa ter enviado um representante sem poderes para negociar e chegar a um acordo com os trabalhadores e o Sindicato.   

O protesto do superintendente aconteceu durante a Mesa de Conciliação solicitada pelo Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro para debater o atraso no pagamento dos salários dos funcionários que ainda estão trabalhando e o não pagamento de encargos trabalhistas como INSS, FGTS e Imposto de Renda. Os representantes da Andarella alegaram que a empresa passa por dificuldades e que possuiu um plano de saneamento das finanças que tem como meta equacionar os atrasos dos pagamentos até o final de 2016.

A proposta foi muito mal recebida pelo técnico do Ministério, Bruno Paredes, que considerou complicada a proposta da Andarella, uma vez que a legislação diz que os trabalhadores não podem arcar com os prejuízos da empresa. Diante do impasse criado, o técnico propôs uma nova reunião para a próxima quarta-feira (13), mas com a presença de um representante da empresa com poderes para tomar decisões.    

O presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer, reiterou a posição da entidade de que os trabalhadores não podem continuar nessa situação e precisam ser respeitados. “Muitos trabalharam na empresa há mais de 10 anos e não merecem ser tratados dessa forma. Vamos lutar para que eles não sejam prejudicados,” disse o dirigente. A reunião contou ainda com as presenças da assessoria jurídica do Sindicato e trabalhadores demitidos da Andarella.