Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Justiça coloca donos de supermercados contra a parede

Comerciários na porta do hotel onde estava marcada a assembleia do Sindi$uper | Foto: Dara Bandeira

Em audiência de conciliação realizada na última quarta-feira (16/8), patrões culparam o fantasma do Sindsuper pela demora na concessão do reajuste salarial deste ano –

Desde maio, data-base dos comerciários, os patrões de supermercados adiam as negociações da Campanha Salarial, com prejuízo para os trabalhadores que aguardam o reajuste. Para tentar superar o impasse, o Sindicato dos Comerciários solicitou à Justiça do Trabalho e foi atendido na quarta-feira passada (16/8) a realização de uma audiência de conciliação com o Sindigêneros, que representa os supermercados. Na ocasião, as empresas colocaram a culpa do atraso na polêmica que envolve a criação do sindicato pirata Sindsuper (saiba mais).

Suspeito de fortes ligações com os patrões, o Sindsuper tenta atropelar o Sindicato dos Comerciários, que é o único e legítimo representante dos trabalhadores em supermercados. Na audiência, o Sindigêneros argumentou que não sabe qual sindicato representa a categoria. A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho não aceitou a justificativa e deu cinco dias para que o Sindigêneros apresente uma defesa que justifique a falta de negociação. Após esse prazo, o Sindicato dos Comerciários terá igual prazo de cinco dias para se manifestar.

“A Campanha Salarial começou em março, depois que entregamos a pauta de reivindicações aos patrões de supermercados. Na época, eles se comprometeram oficialmente a negociar com o Sindicato dos Comerciários, aliás como sempre fizeram durante décadas. Só que depois que o Sindsuper entrou na jogada, as negociações pararam, causando prejuízo das condições de vida e trabalho dos trabalhadores. Durante meses cobramos respostas das empresas e nada foi resolvido. Se o Sindigêneros realmente vai se recusar a negociar e isso acontece desde 26 de maio eles agora vão precisar se explicar direito à Justiça”, comenta o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer.

Retrocesso Além de atrasar o aumento de salário, o Sindsuper coloca em risco várias outras conquistas obtidas pelo Sindicato dos Comerciários para os trabalhadores de supermercados. Nosso Setor de Denúncias tem recebido dos funcionários destas empresas uma série de relatos sobre a volta dos assédios e abusos. “Agora, em semana que tem pico de vendas, a gente faz a dobra, mas o pagamento vem por fora, nada de contracheque. Meninas da frente de loja foram diagnosticadas até com pressão alta, em decorrência desse estresse”, relata a operadora de caixa M.A.V.

Hora da verdade “Nosso Departamento Jurídico entrou com uma série de medidas na Justiça contra o falso sindicato. Os trabalhadores de supermercados também podem e devem ajudar. No dia 29/8, vamos todos à assembleia que o Sindsuper pretende realizar para fechar um acordo secreto com os patrões. Mande um WhatsApp pro Sindicato (99852-8272) e saiba como participar desta luta”, convoca o presidente Márcio Ayer.