Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Reajuste de salários acima da inflação no atacado da construção

Os presidentes do Sincomac, Antonio Lopes, e do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer, assinam a Convenção observados pelo diretor José Cláudio Oliveiara

Os presidentes do Sincomac, Antonio Lopes, e do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer, assinam a Convenção observados pelo diretor José Cláudio Oliveiara

O presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer, e o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Materiais de Construção do Rio (Sincomac), Antonio Lopes, assinaram na última quinta-feira (29/11) uma nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para regular as relações entre as empresas e trabalhadores do setor no biênio 2015/2016. As negociações foram duras e quase foram para o dissídio (quando não há acordo entre as partes), mas ao fim os trabalhadores tiveram conquistas, como o reajuste de 10,88% nos salários, um ponto percentual acima da inflação medida pelo INPC, que ficou em 9,88% nos últimos 12 meses.

Os trabalhadores conquistaram ainda o fim do piso para contrato de experiência, no qual os novatos recebiam salário abaixo do piso geral da categoria; e o aumento do valor do lanche e jantar nos finais de semana para R$ 15.  

Ao contrário de todos os demais segmentos do comércio do Rio, cuja data-base é em maio, o atacado de materiais de construção tem a data base em setembro. “Esta negociação foi o primeiro grande teste para nossa gestão. O resultado foi positivo. Com esse papo de crise, os empregadores não queriam dar aumento algum. Felizmente, pressionamos as empresas e conseguimos arrancamos esse reajuste mais do que justo para os trabalhadores”, comemorou o presidente Márcio Ayer.

Carta de oposição A íntegra da Convenção Coletiva de Trabalho será disponibilizada ainda hoje no site do Sindicato, na aba “Serviços”, seção “Acordos e Convenções”. A partir desta terça-feira (3), com o registro da CCT no Ministério do Trabalho e Emprego, está aberto o prazo de 15 dias úteis para a apresentação da carta de oposição à contribuição assistencial dos comerciários que trabalham em empresas filiadas ao Sincomac. As cartas de próprio punho deverão ser entregues pessoalmente pelos trabalhadores, até o dia 24 de novembro, na sede do Sindicato dos Comerciários RJ (R. André Cavalcanti, 33 Bairro de Fátima).