Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Espalha pra geral! Mais comerciários com reajuste garantido

O Sindicato fechou o acordo com a Fecomércio (varejista) e os patrões da rede varejista de material elétrico, eletrônico e eletrodomésticos (Simerj). Os trabalhadores terão reajuste de 5,07% no salário. “Nossa persistência valeu, demorou um pouco, mas garantimos um reajuste que está entre os maiores do Rio de Janeiro, comparado a outras categorias”, destaca Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

O acordo fechado já garante o pagamento do reajuste e do retroativo no salário de setembro, que será pago em outubro. Caso a empresa tenha fechado a folha, deverá fazer o pagamento do reajuste e do retroativo no salário de outubro pago em novembro.

“Foi importante fechar este acordo para já garantir esse aumento para os trabalhadores. Também conseguimos valorizar o piso salarial, o lanche de sábado, domingo e feriado e a quebra de caixa com aumentos acima da inflação. Essa é mais uma conquista para os comerciários”, finaliza Márcio Ayer.

Presidente do Sindicato, Márcio Ayer (esq.), assina a Convenção Coletiva

“Os trabalhadores vão acompanhando e entendendo que a participação de todos é fundamental para termos, no final, uma campanha salarial vitoriosa. Essas conquistas só vêm com o fortalecimento do Sindicato, ganhando mais sócios e a presença dos trabalhadores nos atos e assembleias”, destaca Márcio Ayer.

Resumo das principais conquistas dos comerciários da Fecomércio:

Reajuste – 5,07% (Referente ao mês de setembro que é pago em outubro)

Reajuste retroativo de maio até agosto – 3,5% (Também será pago em outubro)

Reajuste do piso salarial 5,15% –  R$ 1.246

Benefícios reajustados com ganho acima da inflação:

Lanche de sábado – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Lanche aos domingos e feriados – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Quebra de caixa – R$ 57 (reajuste de 5,5%)

Na Fecomércio foi conquistado ainda o abono de falta quando a prefeitura decretar estado de calamidade pública. 

 

Resumo das principais conquistas dos comerciários da rede varejista de material elétrico, eletrônico e eletrodomésticos:

Reajuste – 5,07% (Referente ao mês de setembro que é pago em outubro)

Reajuste retroativo de maio até agosto – 3,5% (Também será pago em outubro)

Reajuste do piso salarial 5,15% –  R$ 1.246

Reajuste do comissionista de 5,15%R$ 1.370

Benefícios reajustados com ganho acima da inflação: 

Lanche de sábado – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Lanche aos domingos e feriados – R$ 23,50 (reajuste de 6,8%)

Quebra de caixa – R$ 52 (reajuste de 6,1%)

Fica garantido também, tanto para os comerciários da Fecomércio, como de materiais elétricos, a manutenção de todos os benefícios que a categoria já possui como jornada de trabalho, horas extras, uma hora de almoço, escala de folga aos domingos (a cada 2 domingos, o terceiro tem que ser folga).

Acordo valendo

Ao contrário do que algumas empresas podem estar informando, o acordo assinado já está valendo. Hoje em dia, não é mais necessário registrar o acordo na Superintendência Regional do Trabalho para ele começar a valer. Atualmente, o registro acontece apenas para acompanhamento das entidades que fazem avaliações de acordos de várias categorias.

Sua empresa vacilou? Faça uma denúncia e nos ajude a fiscalizar. Não é preciso se identificar, basta acessar secrj.org.br/denuncias, relatar o problema e informar o nome, endereço e CNPJ da empresa.

Outros segmentos

O Sindicato está empenhado em fechar os acordos dos demais segmentos do comércio, o que deve ocorrer nos próximos dias. Continue acompanhando nosso site e as redes sociais para não cair no fake news dos patrões.

Quem ainda não teve a convenção fechada: ótica, flores, jóias, carnes, móveis, construção civil, autopeças, maquinário e vidro.