Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Isso não pode! Trabalhar na porta da empresa fechada

Por conta dos decretos que determinam o fechamento do comércio, recebemos denúncias de comerciários que estavam trabalhando na porta de loja que está fechada. Isso é uma irregularidade grave que rompe o decreto de quarentena do Governo do Estado. Além desta irregularidade, neste caso os comerciários ainda ficam expostos nas ruas ao coronavírus, sem qualquer proteção.

O Sindicato recebeu denúncia de que funcionários da Via Varejo estavam fazendo vendas  na rua, na porta da loja fechada. O Sindicato cobrou da empresa, que imediatamente tomou providências diante da situação dos comerciários. 

“Entendemos que a situação é crítica. Muitas lojas correm o risco de quebrar se o governo federal não tomar medidas urgentes para salvar as empresas e os empregos. Mas as lojas do comércio, se não são serviço essencial ou estão liberadas por conta de decreto para funcionar, devem estar fechadas, com seus funcionários em casa, para garantir a saúde deles e combater efetivamente a pandemia. O Sindicato está atento e fiscalizando as denúncias que estão chegando. Por isso, é importante que os comerciários denunciem”, alerta Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

Há ainda casos de lojas que mesmo fechadas estão fazendo o trabalho interno para atender vendas on line. Nestes casos, é preciso verificar a situação destes trabalhadores, para garantir que todas as medidas de segurança estão sendo tomadas e que estes funcionários estão com todos os seus direitos garantidos.

Sua empresa vacilou? A melhor forma de defender os seus direitos é vindo pra luta com a gente. Faça uma denúncia para que o Sindicato fiscalize. A denúncia é anônima e você pode fazer diretamente pelo nosso site: www.secrj.org.br/denuncias. Caso prefira, envie um email para denuncia@secrj.org.br.