Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

E o Prêmio vai para… as trabalhadoras comerciárias!

Dez trabalhadoras do comércio carioca que se destacaram por sua contribuição às lutas da categoria no último ano, foram as grandes homenageadas na noite da última sexta-feira (24/3), na entrega do I Prêmio Margaridas. Realizada por iniciativa do Coletivo Margaridas, a homenagem encerrou a programação dedicada às mulheres durante o mês de março, que contou com vários debates e atos em defesa da ampliação dos direitos das mulheres.

“Foi muito gratificante entregar esse prêmio. porque ele é dado a gente como a gente, que trabalha nas lojas e em casa, além de cuidar de filhos. Muita gente não sabe o que é a vida de comerciária. Somos todas mulheres valorosas, que damos um duro danado. Apesar de tudo, somos felizes porque somos de luta, acreditamos no que fazemos. Ainda mais quando temos a oportunidade de ingressar no Sindicato e assumir uma causa, saber que a nossa luta é a luta de todas as trabalhadoras brasileiras. Unidas no coletivo somos mais fortes para mudar esse mundo e quem sabe atingir o nosso sonho de uma sociedade sem exploração. Um dia a gente chega lá”, comentou emocionada a diretora sindical Rosangela Rocha.

As homenageadas foram escolhidas por sua luta em defesa dos direitos de todos os comerciários e também pelo papel que cumprem no enfrentamento aos preconceitos, ao racismo, ao machismo e LGBTfobia que, infelizmente, ainda caracterizam as relações de trabalho no comércio do Rio. Receberam o prêmio as comerciárias: Dirce Antunes da Silva (Walmart de Campo Grande), Ana Lúcia Pereira Garritano (Ricardo Eletro de Campo Grande), Daniela Fiorentino (Ateliê Empório Almir França, no Centro), Rosiane Carvalho Ferreira (Lojas Americanas de Del Castilho), Elizabeth Pereira dos Santos (Ricardo Eletro de Campo Grande), Valquíria Silva de Oliveira (ex-funcionária do Guanabara), Thais Gomes Balbino (Bramil de Miguel Pereira), Amanda Gregório (Mundial de Botafogo), Liliane Moura (Firenze Joias, em Madureira), Miilena Rodrigues (Kopenhagen do Recreio).

Na loja ou nas ruas – O Prêmio chama-se Margaridas em homenagem à sindicalista Margarida Alves, assassinada ao defender direitos dos trabalhadores rurais. O troféu foi elaborado pela artista plástica Ana Durães. “Muitas comerciárias que estão hoje aqui não conheciam o Sindicato. Vieram pela primeira vez num momento muito feliz. Quero convidar todas vocês mulheres comerciárias, que são exploradas pelos patrões e enfrentam o assédio moral, que vocês voltem à empresa de vocês e digam às colegas que esse Sindicato é nosso, é a nossa casa. Vamos votar nas assembleias, vamos para as ruas, vamos gritar pelos nossos direitos, lutar contra tudo o que está sendo destruído pelo governo golpista de Temer. Não podemos baixar a cabeça. Vamos tomar consciência e ir pras ruas lutar pelos nossos direitos”, convocou a vice-presidenta do Sindicato, Alexsandra Nogueira.

“Agradeço muito pelo prêmio. Sobre as reformas (trabalhista e da Previdência) e sobre a responsabilidade que os patrões têm com a gente, quero dizer que depois de muito custo consegui entrar pra faculdade pelo FIES (programa federal de financiamento estudantil). Após um semestre tive que trancar a faculdade, porque não tenho carteira assinada, não tenho como comprovar renda . Então não é só trabalho, não é só direito trabalhista, é muito mais que a gente perde quando tiram o pouco que a gente já tem. É isso aí, a gente segue na luta”, emendou a jovem comerciária Milena Rodrigues, uma das homenageadas.