Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Domingo também é feriado. E agora, quais são meus direitos?

Todo mundo sabe que quem trabalha nos domingos ou feriados tem seus direitos garantidos. Mas e quando o domingo também é feriado, o que muda? Eu sou comerciário, o que devo observar neste caso? É bom ficar de olho, pois tem muito patrão malandro nessa hora.

domingo

“Esse domingo é um dia especial, votação nas eleições municipais na data em que se comemora a Proclamação da República. Mas quero chamar a atenção dos comerciários e das comerciárias para a nossa Convenção Coletiva assinada e que garante os direitos de quem trabalha aos domingos e feriados. É importante que todos estejam atentos e denunciem caso alguma empresa não cumpra com o que está determinado”, alerta Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

Veja as regras para o trabalho no feriado

Seja para o segmento de supermercados ou de shoppings e lojas de rua, valem os benefícios que tratam do trabalho no feriado, como é o caso agora do 15 de novembro. Além da folga semanal – o Descanso Semanal Remunerado (DSR) – o comerciário tem também o direito a outra folga, que deve ser tirada em até 60 dias. Deverá ainda ser observado o intervalo de 11 horas de descanso entre as jornadas de trabalho.

Para quem é de shopping ou loja de rua, já está valendo a nova Convenção Coletiva (Simerj, Óptico, Móveis, Fecomércio, Sindifer e Sindilojas), onde quem trabalhar no feriado não terá mais o desconto do INSS. Com isso, o valor pago neste dia será completo e virá no contracheque como abono. Essa é uma importante conquista da campanha salarial deste ano.

Também é preciso ficar atento para a escala 2×1, que está na Convenção Coletiva.  A cada dois domingos trabalhados, o outro será de descanso. E sempre é preciso respeitar a jornada 6×1, a cada seis dias trabalhados, um será de descanso.

Veja abaixo cada direito seu por segmento no feriado:

Lojas de rua ou de shoppings (varejistas)

– Abono de 100% sobre as horas trabalhadas (você receberá 100%); 
– Jornada máxima de 6h; 
– Fornecimento de lanche, jantar ou vale refeição de R$ 23,50; 
– Auxílio para pagar o transporte casa-trabalho-casa; 
– Folga em até 60 dias após o feriado. 

Supermercados e hortifrutis

– Jornada máxima de 8h; 
– Passagem casa-trabalho-casa; 
– Folga extra em até 60 dias após o feriado, mas se passar disso, tem que pagar 100% das horas trabalhadas;
– Refeição;
– R$ 37,68 a mais pelo dia trabalhado em dinheiro ou vale-compras, pagos preferencialmente no dia ou no mês seguinte no contracheque.

Denuncie – O Sindicato estará nas ruas fiscalizando as lojas para verificar se todos os direitos estão sendo cumpridos, como determina a Convenção Coletiva. Se o patrão vacilar, a melhor forma de defender os seus direitos é fazendo uma denuncia anônima diretamente pelo nosso site secrj.org.br/denuncias. Caso prefira, envie um email para denuncia@secrj.org.br ou mande mensagem para (21) 96424-3770.